Um candidato vital

Vital Moreira é um bom candidato? Tem substrato intelectual, tem capacidade de abordagem a temas jurídicos e comunitários, é uma voz teoricamente à Esquerda dadas as suas proveniências e poderá gerar alguma simpatia nos ditos meios intelectuais que depois fazem opinião.

É ainda um garante que na frente do Parlamento Europeu, Sócrates não terá nenhum rival a morder-lhe os calcanhares. E isso também conta. Isso e o sinal dado para dentro que, por enquanto, quem manda é José Sócrates. Veja-se que Sócrates enfatizou bem "o candidato que eu escolhi". Não é por questões de responsabilidade, antes de autoridade.

Mas será Vital Moreira o candidato de que o PS, no actual contexto, necessitava? Penso que não. O PS necessita, nas próximas eleições ao Parlamento Europeu, de, e no mínimo, um resultado igual ao último que teve. Menos que isso é abrir portas a leituras e análises a apontar no sentido de perda e todos bem sabemos o que isso poderá significar. Ora, se nós o sabemos, também Sócrates o sabe. E bem. Daí que entendo ser esta uma escolha de risco.

No sábado viu-se que Vital Moreira, tirando os nervos, não tem nem voz nem discurso que galvanize. Depois, e embora não se possa olvidar a surpresa que Sousa Franco acabou por ser, não creio que no contacto com as massas, o meio pai da Constituição se venha a revelar. Mais um óbice. Restarão os debates onde, toda a capacidade intelectual pode vir a soçobrar ante uma voz que manifestamente não funciona.
E, nestas coisas, já todos sabemos que o eleitorado, na sua esmagadora maioria, vai mais pela embalagem do que pelo conteúdo.

19 comentarios:

Cadinho RoCo disse...

Por ser brasileiro, abstenho do comentário.
Cadinho RoCo

salvoconduto disse...

Tem algo que os outros candidatos não sei se terão, uma janela aberta na TVI24. Ao que parece passou a ser seu comentador.

PreDatado disse...

Nisto da politica também se tem de parecê-lo. Um dos dois tem de mudar de visual. O meu sobrinho mais pequeno perguntou-me porque é que o avô cantigas estava só a falar e não cantava o fantasminha brincalhão.

pedro oliveira disse...

Penso que nesta altura o PS necessitaria de alguém que o povo reconhecesse e com peso politico, uma oportunidade para o PSD, saberá aproveitar?

Ferreira-Pinto disse...

salvoconduto, está ainda por provar que o projecto da TVI24, até Junho, atinge velocidade de cruzeiro que lhe permita suplantar a RTPN e a SICNotícias; paralelamente, importa não esquecer que ao grosso do eleitorado esse é um canal que pode passar relativamente ao lado.

PreDatado o seu sobrinho mais pequeno é um brincalhão; olá se é!

Ferreira-Pinto disse...

Pedro Oliveira, a análise que faz é pertinente e a provar a exactidão da mesma note-se que sectores mais conotados com a área dita de Direita puseram a circular uma petição em linha tentando promover uma putativa candidatura de Marcelo Rebelo de Sousa.

Já li, por exemplo, no blogue da Daniela Major que Marcelo seria melhor candidato por ter mais sustentatação. Nada de mais errado, digo eu. Intelectualmente, goste-se ou não, Vital Moreira é melhor, mas Marecelo bate-o inequivocamente aos pontos na capacidade de comunicação e de gerar empatia.

Por outro lado, e esta ideia ocorreu-me hoje de manhã, José Sócrates ao escolher Vital Moreira tenta, aparentemente, dar um enfoque à Esquerda, contendo potenciais danos nesse flanco, mas, ao mesmo tempo, teve de escolher um candidato que fazendo um bom resultado, não coloque a fasquia num nível tal que o secretário-geral do PS e candidato a Primeiro-Ministro viesse a ter dificuldade em atingir.

Imagine-se o que seria o PS arrancar uma votação entre os 45% e os 50% nas Europeias e a seguir, nas Legislativas, ficar-se entre os 40% e os 45% ...

António de Almeida disse...

Ricardo Costa ontem na SIC-N disse tudo, Vital Moreira é um bom nome, mas mau candidato. Claro que teremos de contar com a relatividade, se à esquerda o voto no PCP é mais ou menos fixo, Miguel Portas e Rui Tavares podem fazer grande mossa face a um Vital Moreira menos preparado, embora a máquina socialista tenha grandes meios e bons oradores para virem ao terreno se tal for necessário. A grande incógnita será o PSD, se escolhe António Borges ou Aguiar Branco, então teremos uma abstenção ainda maior, e uma oportunidade de ouro para o PP (neste caso aberta pelo PSD), mas se avançar Marques Mendes ou Marcelo Rebelo de Sousa, sou um dos primeiros signatários da petição, por acreditar que o mapa político português pode sofrer uma transformação que irá muito para lá das legislativas, com impacto até no possível sucessor do actual PR, pois se vencer as europeias, MRS será, já é, uma personalidade a ter em conta como alternativa a Durão Barroso. Voltando a Vital Moreira, tenho com ele divergências quanto à não convocação de referendo ao Tratado de Lisboa, para mim a UE constrói-se com e não de costas voltadas para os cidadãos europeus, quando estes, e se estes quiserem, e nunca quando os políticos quiserem.

Daniela Major disse...

Caro F. Pinto: eu não disse que o Marcelo era mais ou menos inteligente ou culto que VM. O que disse é que Marcelo tem um perfil mais indicado. E tem. Vital Moreira, tem pouca presença, não gera empatia, tem aquele ar de superiodade intelectual...as pessoas não simpatizam com isso, e um deputado europeu, alguém que represente Portugal no estrageiro, (seja lá o que isso for) tem que ser uma pessoa com caracteristicas mais semelhantes ás de Marcelo.

Ferreira-Pinto disse...

António de Almeida concordo no essencial com a análise que faz, mas fico com a dúvvida sobre a ligação umbilical entre Marcelo Rebelo de Sousa e Durão Barroso; presumo que se reporte a eventuais sucessores numa disputa eleitoral pelo lugar de Cavaco Silva e não do próprio Durão Barroso que, ao que julgo saber e vou lendo, começa a ter o lugar na Comissão Europeia meio periclitante dada a incapacidade, pelo menos aos olhos de Sarkozy, em liderar o combate à crise.

Ferreira-Pinto disse...

Daniela Major, em resposta à tua réplica começo por, com a devida vénia, aqui reproduzir o que escreveste para que se perceba a troca de argumentos que vamos tendo:

Há uma petição de apelo à candidatura de Marcelo R. de Sousa para as Europeias de 2009. É uma boa iniciativa. Marcelo tem obviamente um bom perfil para este cargo ou pelo menos, tem melhor perfil que Vital Moreira. No entanto, com petição ou sem ela, não acredito que aceite. Quando voltar, e se voltar, será em grande.

Na altura, escrevi que gostaria de saber o que era o melhor perfil. Só isso.

Na remissão que fiz para o teu blogue escrevo "sustentação"; ora, esta tanto pode ser analisada no plano académico, intelectual ou da presença ante as câmaras.

Lido o meu texto de hoje, presumo que percebas porque estabeleci a dicotomia.
Estabelecida a mesma, não tenho dúvidas que no plano meramente da imagem, Marcelo Rebelo de Sousa é melhor candidato que Vital Moreira.

Já tenho dúvidas que no Parlamento Europeu o feitio de um tenha mais benefícios que o do outro. A título de exemplo, e para que percebas porque o diga, aponta-me aí sem ires ao site do Parlamento Europeu o nome dos nossos eurodeputados!

Ferreira-Pinto disse...

Já agora, e para quem quiser, porque nesta casa, em matéria de política, se respira Democracia e pouco nos importa as opções partidárias de cada um no caso de alguém querer pedir ao PSD que candidate Marcelo Rebelo de Sousa, aqui fica o endereço onde podem assinar:

petição em lina

DANTE disse...

Está tudo dito amigo Ferreira. Resta agora que o 'embalem' num 'papel' bonitinho...

Um abraço

António de Almeida disse...

presumo que se reporte a eventuais sucessores numa disputa eleitoral pelo lugar de Cavaco Silva

E presume muito bem, mas apenas após um eventual 2º mandato, porque ninguém espera outra coisa que não a reeleição, talvez à excepção de Manuel Alegre, lá para 2016 à esquerda teremos também espectadores atentos como António Guterres ou o próprio José Sócrates, que em caso de vitória nas legislativas terminará o mandato em 2013, 3 anos antes das presidenciais.

Ferreira-Pinto disse...

Boa análise, António de Almeida especialmente por vir recordar um nome que anda arredado de forma muito conveniente: António Guterres.

Por falar nisso, parece que afinal Marcelo Rebelo de Sousa já veio a público dizer que não está inclinado ou interessado no Parlamento Europeu.

O homem não só sabe o que se passa na blogosfera e no "twitter", como volta a gerir com alguma mestria a situação.

manuel gouveia disse...

Dizes bem: candidato ideal para Sócrates, não tanto para o partido.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Apesar de tudo, também considero que Vital Moreira não é um mau candidato. Lamento, acima de tudo, que tenha sido uma escolha pessoal de Sócrtes ( não a primeira, posso garantir...). Isso diz tudo sobre o Partido socialista hoje em dia. Como escrevi no DO, morreu. Ficou apenas o PS, que não sei o que é.

Compadre Alentejano disse...

O Vital Moreira até pode ser um bom candidato, mas não cativa o eleitorado. Não tem voz e é muito sisudo, além de ser o candidato que Sócrates escolheu...portanto, tem tudo de negativo...
Não gostei, tal como muitos camaradas meus, que o sr.Sócrates tenha enfatizado "o candidato que eu escolhi". Então fique lá com ele, pois grande parte dos militantes do PS vão por outros caminhos...
Um abraço
Compadre Alentejano

Daniel Santos disse...

Embora o conteúdo no caso seja demasiado complexo.

O Guardião disse...

Não é só a voz que o trai, também o discurso e a concepção de Europa comunitária podem ser um óbice especialmente para quem tenha boa memória. Enfim, as escolhas partidárias são quase sempre ditadas por interesses inconfessáveis, veja-se o que querem fazer ao prof. Martelo e ao Marques Mendes...
O PS também teve o seu Cravinho, o seu Carrilho, etc.
Prateleiras para os incómodos, dizem alguns, eu fico-me pelas constatações.
Cumps