Da infantilidade...

Pois é, acho que anda tudo doido e que vivemos tempos inglórios no que à infância diz respeito. Ando chocada e explico.

A semana passada não houve jornal, revista ou telejornal que não falasse do caso desgraçado do miúdo inglês pai aos 13 anos! Que se comente, fale ou noticie o caso e se exalte o sucedido nos contornos sensacionalistas que vendem até não me surpreende. Agora, o que me enoja realmente é quando tenho de levar com capas de revista que fazem gala de fotografar o petiz com o seu rebento. Acho de uma monstruosa falta de decência. Sim, porque gosto está obviamente fora de questão. Mas, no caso vertente, o que me faz maior confusão é a cara do garoto: alguém acredita nos seus 13 anos? Eu cá acho-o um miúdo aí para 8. Palpita-me que há aqui lebre escondida...

E também me chocou chegar aqui há dias do ginásio, àquela hora depois dos telejornais, ligar a televisão e ver que, em vez de um programa de apanhados normais, a SIC exibe um programa de apanhados com crianças. Então, a suposta diversão hilariante consiste basicamente em assustar crianças ou mandar-lhes esguichos de água ou chantilly para os olhos quando as pobres são convidadas a espreitar alguma coisa.
Mas alguém no seu juízo acha piada a estas estupidezes?
Raio de sociedade esta em que a infância vende sensacionalismos baratos!

12 comentarios:

Cadinho RoCo disse...

Vivemos momento em que a permissividade apresenta-se perdida em várias dimensões e direções.
Cadinho RoCo

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Pelo andar da carruagem, quer-me parecer que ainda aprocissão vai no adro...

pedro oliveira disse...

realmente esse programa passou os limites, até porque não seria a primeira vez que uma criança tivesse problemas de gaggez,por exemplo, devido a sustos.uma estupidez pegada.

Ferreira-Pinto disse...

Numa sociedade onde, em muitos momentos da vida, o que impera é a imbecilidade não devia admirar, nem causar pasmo pois quase tudo já é tolerável e aceitável desde que sirva para dar espectáculo ou vender uma imagem ...

Causa repulsa? Causa ...

António de Almeida disse...

Não vejo televisões generalistas, mas pelo que ouço falar os limites da decência descem cada vez mais baixo, nem imagino como que será daqui a uns tempos...

joão severino disse...

E a Blonde ainda não viu o que aí vem com a TVI24...

Blondewithaphd disse...

João Severino,
Palpita-me que nem quero ver...

Joaninha disse...

Ferreira Pinto,

Assino por baixo!

beijos

Carol disse...

Acho que ainda não vimos nada...

Adoa disse...

Isso ainda näo é nada...

PreDatado disse...

É esta a sociedade que temos. Não só em Portugal mas em quase todo o ocidente. Os tabloides ingleses também exploraram essa imagem do miúdo até á exaustão.

AP disse...

É mais uma prova de que mais que uma crise económica vivemos uma crise de valores. E esta sim dá origem a muitas crises...