Perguntas Tontas 3

Discute-se tanto agora o casamento "gay".
Porquê, os casamentos não deviam ser todos "alegres"?

7 comentarios:

Blondewithaphd disse...

Pelos vistos uns serão mais do que os outros, gay, that is!

Marcos Santos disse...

Há controvérsias amigo Lusitano...

Nos casos em que o casório se dá numa delegacia, normalmente a cara o noivo é de enterro.

...e ainda quando o casamento gay for de um ex-hetero, a cara dos filhos é que será de enterro.

Ferreira-Pinto disse...

Marcos, essa aí foi de truz!

lusitano disse...

"Boa malha", amigo Marcos

Carol disse...

Uns são mais do que outros...

Compadre Alentejano disse...

E há aquela do miúdo que chega a casa e diz ao pai:
-Pai, já sei o que quero ser na vida: quero ser "gay"..
-Oh, meu filho, você é pobre, não tem dinheiro, você não vai passar de um paneleiro...

Alexandre Nunes disse...

O problema consiste no Estado a discriminar uma parcela da sua população, pela opção sexual. A Igreja, ainda entendo o não aceitar casar gays e lésbicas. Mas o próprio Estado!!! O Estado não é laico? O Estado também não distingue títulos nobiliárquicos, riqueza, cor da pele, etc, então porque distingue por opção sexual? Para mim não faz qualquer sentido. Deixem as pessoas viver como entendam, pois não estão a fazer mal a ninguém, nem a quebrar leis ou a roubar. Portugal nunca mais sai deste atraso...