Afinal, Paulo Pedroso tinha alguma razão!

Ferreira-Pintto 02.09.2008

Segundo avança a agência LUSA, o ex-dirigente socialista Paulo Pedroso ganhou a acção interposta contra o Estado por prisão ilegal no processo da Casa Pia.
Na sentença, o juiz considera que a detenção do ex-dirigente socialista foi um "erro grosseiro".
Pedroso queria 600.000,00€ de indemnização, mas vai apenas receber 100.000,00€ e isto caso o Ministério Público não recorra (se é que o mesmo é possível pois desconheço a instância em que o processo está).

Aguardo expectante as reacções dos “cães salivantes” do costume.
Certamente que encontrarão explicação para isto no facto de o PS ser Governo ou no Código de Processo Penal.
A esses, que uivam a tudo e mais alguma coisa, nunca lhes passará pela cabeça que possivelmente a prisão pode ter sido mesmo asneira!
E que qualquer cidadão devia ter o direito de, mesmo indo preso, não o ser em directo para as câmaras das televisões.

3 comentarios:

António de Almeida disse...

-Sem comentar sentenças judiciais, afinal nunca o faço, é grave que alguém, mesmo que absolvido pela Justiça, fique sempre condenado na opinião pública.

lusitano disse...

Injusto é também que aqueles que de vez em quando são presos injustamente, não tenham capacidade de conhecimentos e financeira para fazer o estado reconhecer a injustiça.

Compadre Alentejano disse...

O grave disto tudo, é o juiz que o mandou prender, perante as câmaras das televisões, não tenha qualquer pena.
Afinal, os juízes são inimputáveis...