A ver se nos entendemos

António de Almeida -08.08.2008

-Porque alguns comentários no Direito de Opinião resvalaram para a xenofobia, vi-me obrigado a colocar esta resposta que abaixo transcrevo:

-Gosto de ganhar ao Brasil mas em futebol, e não ao tiro, não considero que ontem o sequestro tenha sido mais grave pelo facto dos sequestradores serem brasileiros. Fossem azuis, verdes ou vermelhos, negros, brancos, indios ou orientais, aquilo foi um crime, cometido por criminosos. Apenas isso. E não vale a pena acusarmos os brasileiros no seu todo, vem de facto alguma escumalha do Brasil para cá, mas também chegam pessoas honradas e trabalhadoras. E nem todos os portugueses no Brasil nos honraram. Também já exportamos lixo para o outro lado do Atlântico, como o verme assassino de Fortaleza.

3 comentarios:

Tiago R Cardoso disse...

Muito bem dito, fossem quem fossem, meteram-se naquilo, sofreram as consequências.

Compadre Alentejano disse...

Só lamento que o Estado português esteja a gastar balúrdios, com o tratamento do bandido que sobreviveu ao assalto da dependência do BES.
Compadre Alentejano

Daniela Major disse...

bem dito..