A GALP tem alguma razão

-A GALP afirmou que a história das facturas das botijas de gás adquiridas na A.S.Viseu com o mesmo valor apesar da descida na taxa do IVA resultou dum erro informático. Estou em condições de afirmar que o erro resulta sim duma distração, afinal quem é que repara no valor da factura durante uma transação de botija de gás?

6 comentarios:

quinttarantino disse...

Está certo ... o mal deste País são, de facto, as distrações!

C Valente disse...

É só sacar
Saudações amigas

Tiago R Cardoso disse...

Coitada da informática, tem culpa de tudo.

meirelesportuense disse...

Vocês sabiam que o Domingos Amaral que tem um "linda peça" transcrita no Blogue "Renovar o Porto" do Rui Valente, é filho do Prof Freitas do Amaral?...

lusitano disse...

Caraças, já mandei vir não sei quantas garrafas e nunca me saiu esta "menina" a entregar...

Quanto às facturas não sei, não percebo nada de informática!!!

O Guardião disse...

Quando sai asneira, o problema é quase sempre informático, porque a pobre máquina nem se pode desculpar ou queixar.
Cumps