Crédito fácil

António de Almeida - 23.07.2008

-Há poucos dias escrevi algures que um dos bancos onde tenho conta me tinha "oferecido" um crédito de 5 mil Euros. Pois ontem quando cheguei a casa, tinha no correio uma carta, proveniente de outra instituição bancária, a qual me enviou um crédito aprovado que não solicitei, no valor de 4500 Euros, acompanhado inclusivamente dum "contrato de crédito pessoal com contrato de seguro", vulgo condições particulares, já assinado pelo banco e seguradora, pelo qual pagaria 108,18 Euros mensais pelo prazo de 60 meses. Gentilmente o banco coloca á minha disposição outras 2 opções, 3500 Euros a 84,33 Euros/mês ou 2500 Euros a 60,47 Euros/mês. Depois o melhor, estes valores são revistos trimestralmente, em letras pequenas refere-se que está a ser aplicada uma taxa anual nominal de 12% válida apenas no 1º trimestre, sendo a taxa base de 16% (TAEG 16,903%). Se alguém pretender aproveitar tal "oferta" tão "gentilmente" colocada á minha disposição, basta procurarem no Santander Totta, certamente que serão tão "amaveis" com os meus amigos, quanto foram comigo.

4 comentarios:

Marcos Santos disse...

Santander, depois que ingressou no Brasil, aprendeu as táticas de agiotagem com os bancos de cá. António, no Brasil, os Bancos Bradesco e o Itaú juntos, tiveram um lucro de U$ 12 bilhões ,enquanto a Petrobrás teve um U$ 14 bilhões, todos em 2007.

Agora eu te pergunto: Quantas chaminés esses bancos tem?
Quantas plataformas de petróleo, acre de terra plantada, cabeças de gado...? Nada. Eles não tem nada. Lucro quase totalmente vindo da agiotagem explícita, que esses caras se habituaram a fazer, sob as barbas dos governos. E pelo jeito, do governo daí também.

Blondewithaphd disse...

Depois admiram-se do crédito mal parado!!!

alfacinha disse...

Enriquecer se rapidamente não se faça numa maneira honesta
cumprimentos Http://blog.seniorennet.be/lisboa

Tiago R Cardoso disse...

Pois, eles oferecem tudo e mais alguma coisa e depois acontece deverem o dobro do que ganham...