Causas fracturantes

António de Almeida - 19.07.2008

-Manuela Ferreira Leite com as suas declarações infelizes e inuteis trouxe visibilidade a um tema que estava adormecido, o casamento homossexual. Pessoalmente estou contra tal hipótese, aceito uma união civil registada notarialmente, á semelhança da lei inglesa, e não venham com o choradinho do costume em termos de direitos humanos ou igualdade, para os mais distraídos recordo que a velha Albion é tão só a pátria da magna carta, e os homossexuais por lá não andam propriamente a lamuriam-se ou fazendo queixinhas, desde logo como exemplo Elton John. Se os jovens socialistas, e algumas associações deixarem de lado o folclore, e pretenderem resolver problemas reais, como heranças, impostos ou assistência, com seriedade, terão o apoio quase generalizado, se ao invés pretenderem fazer da próxima legislatura toda uma exaltação jacobina, aproveitando o centenário da república, poderão contar com uma resposta adequada, e posições extremadas que a ninguém servem, ainda esta semana uma deputada socialista manifestou dúvidas que tal lei conseguisse hoje ser aprovada, apesar da maioria PS, que tal um referendo e passar a decisão ao bom povo português?

4 comentarios:

Sei que existes disse...

Pra ser sincera, pra mim não me faz diferença nenhuma que se casem e até acho que têm mesmo esse direito tal como qualquer outro ser humano... Afinal somos todos humanos apenas com gostos diferentes!(tal como há diferença nos gostos quanto a cores, formas de vestir, leitura...)
Beijo grande

Daniela Major disse...

Eles nem querem ouvir falar no assunto, por isso é que passam para a jota...
então um referendo era um pesadelo. A verdade é que os únicos PS que estão empenhados nisto é a Jota e é porque tem de mostrar serviço.

FB disse...

Quem conhece a sua ignorância revela a mais profunda sapiência. Quem ignora a sua ignorância vive na mais profunda ilusão.

lusitano disse...

Concordando-se ou não com a MFL a verdade é que ela teve a coragem de dizer o que pensa e não o politicamente correcto.
se a preocupação dos "jovens socialistas" é este assunto, então é porque tudo deve estar muito bem com os jovens, tal como a educação, o emprego, a habitação, etc, etc...
Só não sei em que país é!