O maravilhoso mundo das EP's

António de Almeida - 31.07.2008

-A TAP apresenta prejuízos de 136 milhões de Euros em apenas 6 meses. Adivinhem quem pagará a factura? Se responderam o contribuinte, podem considerar a resposta como correcta, o que levanta uma questão, afinal para que precisamos de manter uma transportadora aérea nacional? Para aumentar o défice e gastar com a mesma uma importante fatia dos nossos impostos?

Sem nada para fazer...

Tiago R Cardoso - 30.08.2008

Excelente intervenção do Senhor Presidente da Republica, eu faria igual.

Está-se de férias, entretanto o tempo arrefeceu, caiu alguma chuva, o pessoal tem de se recolher em casa sem nada para fazer.

Alguns por ali ficam a ver televisão, outros no computador, outros a ver uns filmes e outros resolvem fazer um comunicado ao país.

Reconheçamos que as razões da indignação presidencial são válidas e têm a sua importância, fazer um diploma que obrigua o PR a consultar tudo e todos para dissolver a assembleia dos Açores, por exemplo, é no mínimo estranho, quer dizer, falta o PR consultar o cão e o gato do Presidente Regional.

Agora fazer um comunicado às 20 horas, com honras de abertura nos telejornais, fazendo um suspense daqueles, é que não havia necessidade, ainda por cima fazendo acreditar que vinha por ai algo de bombástico... enfim é o que temos e que aturamos.

Vida dificil para o ensino superior

António de Almeida - 31.07.2008

-Depois do encerramento da Universidade Independente, do previsivel encerramento da Universidade Moderna, segue-se a retirada do estatuto de Universidade á Internacional, passando a escola Universitária simples, por problemas relacionados com eventuais falhas no corpo docente. Presumo que muitos alunos irão sentir dificuldades na conclusão das suas licenciaturas, as institiuições privadas de ensino superior já viveram melhores dias no nosso país.

Medo

Tiago R Cardoso - 30.07.2008

Onde estás, meu amor ?
Que chão frio é este, onde estou ?
Que paredes são estas, pintadas de dor ?
Que força foi essa, que me marcou ?


Tenho medo, meu amor.
Tenho medo de adormecer,
de nunca mais te ver.
Tenho medo de te perder, com esta dor...

Não queriam mais nada, massagens!!!

Lusitano - 29.07.2008

Comando Marítimo do Sul
Massagens proibidas nas praias algarvias
"Há massagens e massagens", alega Reis Ágoas, da Autoridade Marítima do Sul. "Ninguém sabe como elas acabam". Por isso mesmo a técnica de relaxamento vai ser proibida nas praias algarvias.


No Expresso

Ora aqui está uma noticia importante e que vem trazer um pouco de ordem à costa portuguesa!
Está muito bem visto, sim senhores!
Se um sujeito, ou uma sujeita vai para a praia não é para andar a ser massajado a torto e a direito, ora essa!
Se queria isso, então ficava em Lisboa e ia andar de Metropolitano ou num qualquer transporte público.
Além do mais está muito bem observado pela “Autoridade Marítima do Sul” ao “aperceber-se” que as massagens, cito a noticia: "Ninguém sabe como elas acabam".
Dediquem-se à “bola de Berlim”, à “batatinha frita” e ao “rajá fresquinho”, isto claro, se a ASAE deixar, e já chega muito bem para alegrar as praias!
Não queriam mais nada, massagens!!!
Onde é que já se viu isto?!!!

Reflexão a propósito da Quinta da Fonte

António de Almeida - 29.07.2008

-Todos pudemos assistir na reportagem televisiva que mostrava o regresso dum elemento de etnia cigana a sua casa na Quinta da Fonte, o mesmo afirmar que lhe tinham vandalizado a mesma, levando plasma, DVD, playstation e até a televisão do quarto das crianças. Tudo seria normal, se não estivéssemos num bairro social, onde mais de 90% das famílias recebem Rendimento Social de Inserção, e pagam rendas inferiores a 5 Euros mensais, mesmo assim a maioria não honra os compromissos, estando em dívida das mesmas, além de água e luz. Existem rumores que o despoletar da guerra entre negros e ciganos teve origem na luta pelo controlo do narco tráfico, não me admira, mas também não exageremos, não acredito que as 53 famílias ciganas, africanas desconheço quantas serão, estejam ligadas a tal actividade criminosa. Ali, após o início do conflito, veio á superfície o ódio racial existente entre ambas as comunidades, onde o tráfico de armas e droga favorecem a proliferação de armas pelo bairro. Mas se a maior parte daquela gente não se dedica ao crime, então vive do quê? não será o RSI a permitir adquirir todos aqueles bens. São pessoas, na sua maioria feirantes, que vivem de rendimentos não declarados, obtidos na venda de produtos contrafeitos, sejam roupas ou DVD's, uma economia paralela que todos sabemos existir, mas que o estado tem dificuldade em controlar, mesmo com as estrondosas actuações da ASAE. O que já me parece evidente, é que as regras do Rendimento Social de Inserção necessitam ser alteradas, para obter apoio da sociedade, seria legítimo pedir em troca a prestação de serviço cívico a essa mesma sociedade, sob pena de continuarmos a apoiar quem não precisa, em vez de canalizar recursos para os efectivamente carenciados.

Espirito Olimpico - IV

António de Almeida - 28.07.2008

-Oxalá não volte a acontecer em Pequim.

Estranho Regulamento de Prémio!

Lusitano - 28.07.2008

Neste primeiro texto que coloco no Notas Soltas, Ideias Tontas, quero em primeiro lugar agradecer o convite que me foi feito para colaborar neste espaço, bem como a confiança em mim depositada, da qual espero ser merecedor.
E para suscitar desde logo alguma reflexão e quem sabe polémica deixo esta noticia:

Prémio Camões atribuído a escritor brasileiro João Ubaldo Ribeiro
26 JUL 08 às 18:44

O escritor brasileiro João Ubaldo Ribeiro foi, este sábado, distinguido com o Prémio Camões 2008, o mais importante galardão atribuído a autores de língua portuguesa. O júri decidiu apenas debater nomes de escritores brasileiros na decisão de atribuição do galardão.

Noticia da TSF


Ao que parece e do que leio sobre o autor, não há dúvida nenhuma que o prémio foi muito bem entregue!
Mas o que eu pergunto é isto:
Que raio de concurso é este em que «O júri decidiu apenas debater nomes de escritores brasileiros na decisão de atribuição do galardão.»?
Fica já aqui dito que não tenho nada contra os brasileiros, mas apenas a favor, muito especialmente e até no campo da literatura, onde deram à língua portuguesa dos mais brilhantes autores, que muito enobreceram e enobrecem a nossa língua comum.
A minha estranheza seria a mesma se se tratasse de autores portugueses, angolanos, ou quaisquer outros...
Ao que sei há escritores de alguns países de língua portuguesa que ainda não foram galardoados com este prémio.
Porquê?
Porque do mesmo não são merecedores, ou nem sequer são apresentados a concurso?
Um concurso de autores da língua portuguesa não pressupõe todos os autores de língua portuguesa, independentemente do seu país?

Prefiro McCain

Marcos Santos - 28.07.2008



A preferência Nacional...


...principalmente na frigideira.


Fotos telemóvel Marcos Santos

Espírito Olimpico - III

António de Almeida 27/07/2008
-Quando o COI colocou de lado o pudor, aceitando a participação de profissionais nos J.O., até aí dominados por falsos amadores, reuniu-se a melhor equipa de basquetebol que alguma vez existiu.

Embraer Portuguesa

Marcos Santos - 26.07.2008

Portugal está a poucos passos de construir seus próprios aviões.

Lisboa - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou hoje (26), em Lisboa, a implantação de duas fábricas da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer), na cidade de Évora, em Portugal. Com investimentos estimados em 148 milhões de euros (R$ 366 milhões), as novas unidades industriais vão fabricar componentes estruturais para aeronaves.
Na cerimônia em que fez o anúncio, o presidente elogiou a Embraer e disse que a empresa é uma das “paixões nacionais”. Lula ressaltou o fato do governo brasileiro ter comprado, recentemente, dois aviões produzidos pela empresa. “Uma empresa brasileira no exterior é sempre uma bandeira brasileira no exterior e um espaço político de negociação e um espaço econômico de comercialização”, disse.
Para o primeiro-ministro de Portugal, José Sócrates, a implantação das fábricas é de grande importância para o país. “Significa, em primeiro lugar, que Portugal vai dar um pulo naquilo que é sua afirmação na área industrial. Vamos passar a ter um cluster aeronáutico. Vamos entrar na indústria aeronáutica pela primeira vez. E entramos em aliança com uma das melhores empresas do mundo”, disse, em entrevista a jornalistas brasileiros, depois da cerimônia.

É realmente uma coisa muito importante o que está acontecendo e para ambos os lados. Nossos laços devem ficar bem fechados, pois se não o fizermos com Portugal, com quem faremos na Europa? Vale lembrar que os ingleses sempre se beneficiaram em serem os interlocutores dos Estados Unidos da América, em território europeu.

Para saber mais sobre a Embraer, seu porte e sua importância na aviação internacional, vale clicar aqui.

Espírito Olimpico - II

António de Almeida 26/07/2008

-A perfeição foi alcançada!

Meter a mão

Tiago R Cardoso - 26.07.2008

Eu ajudo o estado, aliás é com uma enorme alegria que participo no sistema...

Quem não ainda não teve o enorme prazer de ir pagar o imposto de circulação atrasado, recomendo que o faça, é fascinante.

Uma pessoa entra ali, todo cheio de boa vontade de pagar, não estava bem informado e achou que a sua viatura tinha o tratamento dos outros anos, recebia em casa uma carta para pagar, ia ao multibanco e pronto, tudo feito.

Pois, mas as regras mudaram e quando não se está assim também informado, dois dias depois da data limite do mês, sabe-se que está atrasado e vai-se pagar.

Mas não faz mal, tudo bem, afinal pagar uns míseros 15 euros não é nada demais, quer dizer depende do ponto de vista, mas mesmo assim tem muita gente que paga um dinheirão.

Entrega-se os documentos, o senhor faz as contas, papel para esquerda, pale para a direita, e leva-se um...

“Aqui está, são quinze euros do imposto e mais quinze de multa... é que agora a multa mínima é sempre de quinze euros.”

Como estava perante um mero funcionário fiquei-me por um mero "é a vida”.

Maravilhoso, quem se atrasa tem direito a pagar logo multa, o estado não paga a horas, nem dá satisfações e  não paga multa, a mim pelo menos que me deve uns euros, mandou-me esperar...

Língua "Plesa" - Parte Dois

Marcos Santos - 25.07.2008

Lisboa (Portugal) - O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse hoje (25), em Lisboa (Portugal), que o governo está trabalhando um cronograma de execução do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa e que o decreto sobre a unificação pode ser colocado em consulta pública no Brasil dentro de um mês. A expectativa do ministro é de que esse processo de unificação possa ser concluído no país até 2011.
“Estamos num cronograma bastante antecipado junto ao Itamaraty e ao Ministério da Cultura para que o decreto presidencial - ou a minuta - possa ser colocado em consulta pública, o que poderia acontecer em cerca de 30 dias. Pretendemos publicar esse decreto [sobre o cronograma de implantação do acordo] no Diário Oficial nos próximos meses, talvez ainda em setembro ou outubro”, afirmou o ministro, que participa hoje, juntamente com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da 7ª Conferência de Chefes de Estado e de Governo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), realizada no Centro Cultural do Belém, em Lisboa.
Haddad defendeu a unificação ortográfica, que facilitaria a comunicação entre os países que falam português. A unificação da língua portuguesa é um dos temas em debate durante a conferência de hoje. “Imagine a dificuldade, nos organismos internacionais, de tradução de documentos e a dificuldade em fazer com que a língua seja aceita como língua oficial de organismos multilaterais”, disse.
A nova ortografia deve começar a ser implantada nos livros didáticos brasileiros em um ano e até 2011 a expectativa é de que todos os livros já estejam adotando as mudanças.
De acordo com o ministro, a ortografia deve mudar muito pouco e a adaptação às mudanças, tanto no Brasil quanto em Portugal, “deve ser relativamente simples”.

Fonte Agência Brasil

Língua "Plesa"

Marcos Santos - 25.07.2008


Lisboa (Portugal) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou hoje (25), por volta das 9h30 (5h30 em Brasília) ao Centro Cultural do Belém, em Lisboa (Portugal), para participar, durante todo o dia, da 7ª Conferencia de Chefes de Estado e de Governo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).
Ele foi recebido pelo primeiro-ministro de Portugal José Sócrates, pelo presidente do país, Cavaco Silva, e pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado.
Depois de posar para uma foto oficial, os chefes de Estado do Brasil, de Portugal e de outros países que falam a língua portuguesa devem participar de um debate político, fechado à imprensa, para analisar temas como paz, segurança, energia e alimentos.

À tarde, os chefes de Estado discutem a unificação ortográfica da língua portuguesa.

Fonte Agência Brasil

O admirado

Tiago R Cardoso - 25.07.2008

A questão futebolística continua a dar cartas, entre providencias cautelares, pareceres e opiniões, o futebol português mostra porque está onde está.

Desta vez, após um parecer do jurista Freitas do Amaral, o presidente do Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol, Gonçalves Pereira, afirma-se “admirado”...

Pois fiquem desde já a saber que também eu ando admirado, achei que o futebol nacional não poderia descer mais baixo, lembro que este senhor "admirado", é o mesmo que terminou uma reunião do concelho de justiça, quando reparou que os outros membros iriam castigar o Porto e o Boavista, pelo menos é o que dizem as más línguas.

Entretanto a novela deverá continuar, Gonçalves Pereira afirma que está à espera da notificação do parecer por parte da FPF, de seguida irá entregar uma cópia do documento aos sete membros do Conselho de Justiça, à Procuradoria-Geral da República, ao presidente da Assembleia Geral da FPF e ao secretário de Estado da Juventude e do Desporto.

Presumo que faltará dar uma copia ao cão, ao gato e ao papagaio, já que informar tudo e todos, quer mesmo dizer tudo e todos.

Novo equipamento do S.L.B.

António de Almeida - 25.07.2008


(recebido por e-mail)

Isto anda um pouco morno, o Quint não está, mas sempre dá para provocar o Tiago.

O vídeo da polémica nos EUA

António de Almeida - 24.07.2008

-Se nos conseguirmos abstrair das opiniões sobre o personagem, e pensarmos apenas onde acaba a liberdade de imprensa, quando alguém pergunta se está a falar off record, será legítimo as imagens aparecerem á posteriori? Ver o vídeo.

Picolé de Soja.

Marcos Santos - 24.07.2008


Vocês já notaram que ninguém reclama quando localizamos novos poços do vilão do aquecimento global, o petróleo?

No entanto se algum pé de soja é transformado em biodiesel, aparece um bando de ONGs de fachada, falando em fome...

Se o mundo derreter, a fome será o menor dos problemas.

Acredito

Dalaila - 23.07.08


Imagem: Thomas Gauk

Acredito no poder da natureza que nos leva a sonhar,
nas luzes que se soltam no ar,
nas flores que crescem,
nas cores dos prados que nos fazem respirar,

acredito nas pessoas que têm luz dentro,
acredito no mundo,
acredito que a lua se sente de dia,
e haverá sempre um sol para noites cerradas,

Acredito no silêncio das ávores,
acredito que há dias que uma gota parece um oceano,
dias cinzentos,
acredito que qualquer tela se pinta com vontade,
acredito na mudança,
acredito em acreditar que o mundo tem luz,
e em cada luz haverá sempre uma palavra doce de tulipa para preencher cada coração!

Crédito fácil

António de Almeida - 23.07.2008

-Há poucos dias escrevi algures que um dos bancos onde tenho conta me tinha "oferecido" um crédito de 5 mil Euros. Pois ontem quando cheguei a casa, tinha no correio uma carta, proveniente de outra instituição bancária, a qual me enviou um crédito aprovado que não solicitei, no valor de 4500 Euros, acompanhado inclusivamente dum "contrato de crédito pessoal com contrato de seguro", vulgo condições particulares, já assinado pelo banco e seguradora, pelo qual pagaria 108,18 Euros mensais pelo prazo de 60 meses. Gentilmente o banco coloca á minha disposição outras 2 opções, 3500 Euros a 84,33 Euros/mês ou 2500 Euros a 60,47 Euros/mês. Depois o melhor, estes valores são revistos trimestralmente, em letras pequenas refere-se que está a ser aplicada uma taxa anual nominal de 12% válida apenas no 1º trimestre, sendo a taxa base de 16% (TAEG 16,903%). Se alguém pretender aproveitar tal "oferta" tão "gentilmente" colocada á minha disposição, basta procurarem no Santander Totta, certamente que serão tão "amaveis" com os meus amigos, quanto foram comigo.

Até Quando Esperar...

Marcos Santos - 22.07.2008


boomp3.com

Escutem esse rock do Grupo Brasileiro Plebe Rude, enquanto lêem "Maldita Hora", o poema operário de meu amigo Tiago Cardoso, pois essa música foi postada para ele.

Maldita a hora

Tiago R Cardoso - 22.07.2008

Maldita a hora em que me feristes,

em que me cortastes com o teu aço frio,

em que que me derrubastes com a tua força,

maldita a hora em que me esmagastes.


Sim! Conseguistes, feristes,

mas não chorei.

Não, não conseguistes,

Gritei! Cantei! Abracei!


Prostrado no chão, esmagado por ti,

lutei !

Um dia vencerei, sim, um dia vencerei.

Jamais me entregarei...

Especulação nos mercados?

António de Almeida - 22.07.2008

-O preço do petróleo está a aliviar dos máximos históricos, cerca de 18 dolares por barril a menos, atingindo mesmo o valor mais baixo das últimas 2 semanas. No Reino Unido as 3 maiores cadeias de supermercados entraram mesmo em guerra de preços. Por cá, uma empresa, a GALP, detém o exclusivo da refinação e posição amplamente dominante na distribuição de combustiveis. Esperam-se novos aumentos do PVP, ou no mínimo a manutenção dos actuais valores, com benefício das petroliferas e do estado, via ISP, e taxa xerife de Nottingham.

O aburguesar do estadista.

Tiago R Cardoso - 21.07.2008

Na hora do jantar, porque uma espetada de carne, acompanhada por duas “frescas”, é coisa que demora a comer, pelo menos eu demoro, andei a pensar e deparei-me com o aburguesar do estadista.

Um autor aqui nosso conhecido, mas que certamente não quer manter anónimato, pois anunciou a intenção no texto anterior, anuncia ao mundo férias...

E que interessa isso, perguntam vocês?

Nada. Melhor, qualquer coisa ... significa, que os “estadistas” e “alta sociedade”, também tem direito a férias...

Sim e porque não ?

Se até o PR e o PM tem direito, porque não deixar que saiam dos seus gabinetes, desliguem o ar condicionado e vão de férias ?

Mesmo assim e sem anonimato, vá o amigo de férias, divirta-se e saiba que o ar condicionado fica há sua espera.

Por isso, e como eu já fui a banhos, anuncio aqui que o resto cá continuará a preservar o NOTAS.

Volta em Setembro, que nós falamos melhor...

Eu "interregno", tu "anonimas"!

Quinttarantino - 21.07.2008

Na hora de almoço, porque uma salada é coisa que se come rápido, andei a bisbilhotar por aí e deparei-me com um projecto anónimo.
De autor aqui nosso conhecido, mas que certamente se quer manter anónimo pois nunca se lhe viu qualquer publicidade.
E que interessa isso, perguntam vocês?

Nada. Melhor, qualquer coisa ... significa, para além de uma retirada à francesa, a liberdade para que este espaço se liberte definitivamente da chancela dos criadores.
É um espaço onde o que era já não é, que caminha por si!

Por isso, e como estou quase a banhos, anuncio aqui um interregno.
Para onde vou levo-me a mim próprio e nada mais.
Pode ser que regresse em Setembro.

Os novos pobres

António de Almeida 21/07/2008

-A crise está aí, não sou eu que a irei negar, aumenta o crédito mal parado, embora muito também por responsabilidade dos próprios, ainda há dias cheguei a casa e tinha uma carta do banco, "sugerindo-me" que seria boa ideia antecipar o reembolso do IRS, poderia escolher o montante até 5 mil euros, ir de férias tranquilo, que em Setembro começaria a liquidar o logro, perdão o empréstimo. Também já ouvimos falar de novos pobres, pessoas da classe média que não conseguem suportar o aumento das taxas de juro, e para conseguirem honrar os compromissos pedem ajuda alimentar, algumas até o fazem por e-mail, certamente por pudor em mostrar a cara, sim porque o dinheiro não chega para tudo, pagando a casa, o telemovel, internet e a prestação da agência de viagem pela semana de férias no Brasil ou Cabo Verde, como poderia ainda chegar para o supermercado? Seria um milagre!

Eu também quero ... ser realojado!

Quinttarantino - 21.07.2008

As 53 famílias ciganas da Quinta da Fonte, as tais que não querem regressar às casas, lançaram agora um ultimato ao Governo e à autarquia de Loures.
Nem mais.
Exigem ser realojadas até ao final da semana noutros bairros. Se assim não for, avançam para uma manifestação com ciganos de todo o país!

Presumo que a tudo isto o Governo e a autarquia venham a reagir com firmeza.
Conforme se impõe. Aliás, nem se percebe bem que se pactue com um acampamento num jardim público, mas enfim…

Se houver cedências convido, desde já, os meus amigos leitores e cronistas aqui do NOTAS a juntarmo-nos frente a S. Bento, acampamos lá e exigimos ser realojados.

Por mim pode ser na Quinta do Lago!

Criticas às políticas migratórias dos países europeus

Marcos Santos - 20.07.2008

"Nós os recebemos com a alma e eles fazem parte do nosso povo. Queremos que o tratamento que eles dão aos latinos seja o mesmo que eles receberam aqui. No passado, eles eram tão pobres como alguns países da América do Sul."

Quem falou foi ele,...

...não eu. Embora concorde (como me doi, concordar).

Foto Globo Online.

Causas fracturantes

António de Almeida - 19.07.2008

-Manuela Ferreira Leite com as suas declarações infelizes e inuteis trouxe visibilidade a um tema que estava adormecido, o casamento homossexual. Pessoalmente estou contra tal hipótese, aceito uma união civil registada notarialmente, á semelhança da lei inglesa, e não venham com o choradinho do costume em termos de direitos humanos ou igualdade, para os mais distraídos recordo que a velha Albion é tão só a pátria da magna carta, e os homossexuais por lá não andam propriamente a lamuriam-se ou fazendo queixinhas, desde logo como exemplo Elton John. Se os jovens socialistas, e algumas associações deixarem de lado o folclore, e pretenderem resolver problemas reais, como heranças, impostos ou assistência, com seriedade, terão o apoio quase generalizado, se ao invés pretenderem fazer da próxima legislatura toda uma exaltação jacobina, aproveitando o centenário da república, poderão contar com uma resposta adequada, e posições extremadas que a ninguém servem, ainda esta semana uma deputada socialista manifestou dúvidas que tal lei conseguisse hoje ser aprovada, apesar da maioria PS, que tal um referendo e passar a decisão ao bom povo português?

Trovas do inocente

Tiago R Cardoso - 19.07.2008

Agarra que não é ladrão...

Não, não foi corrupção,
não foi por provas,
foi apenas por convicção,
são estas as minhas novas.

Agarra que não é ladrão...

Escutem bem e vão ver,
sim não era eu,
não tem nada de meu,
não tenho nada temer.

Agarra que não é ladrão...

O importante é fazer barulho,
dar entrevistas,
andar no entulho,
aparecer nas revistas.

Agarra que não é ladrão...

Não, não foi corrupção,
foi tudo inocente,
não foi meter a mão,
é apenas a vossa mente.

Agarra que não é ladrão...

(qualquer semelhança entre esta poesia, a realidade ou isto é pura coincidência)

Fanatismos

António de Almeida -18.07.2008

-Não costumo escrever muito sobre futebol, e nunca divulguei o meu clube para fugir á discussão futebolistica, tenho-me limitado a aspectos que infelizmente afectam a imagem do futebol português, onde inevitavelmente surgem comentários dum fanatismo inacreditavel, mesmo quando procuro ser imparcial e equidistante. Mas quem se sentir totalmente á vontade, pode continuar atirando pedras, apenas um conselho, reparem nas imagens abaixo.



De braços erguidos

Tiago R Cardoso - 17.07.2008

Já que o Senhor pede, com tão boas maneiras, eu não baixo os braços Senhor Presidente, mantenho-os bem erguidos, preciso deles para trabalhar.

Preciso deles para que o céu não me caia em cima, tenho de os manter erguidos para poder comandar as pontes, carregar nos botões, para anotar as coisas.

Não os posso baixar, tenho de limpar o suor de 35 graus de temperatura, tenho de suportar o peso do aço.

Fico feliz Senhor Presidente por poder ajudar, fico feliz por erguer os braços e poder contribuir para que o país avance, como me sinto importante.

Vou manter os braços erguidos, contribuir para a sua central nuclear, ajudar no aeroporto, construir o TGV, eu também quero contribuir.

Sim Senhor Presidente, gosto destas obras megalómanas, gosto desta politica de betão e do lixar do cidadão, gosto desta politica “socialista”.

De mãos erguidas, Senhor Presidente, aplaudo a consolidação orçamental deste governo, severamente posta em causa pelos deficientes das força armadas, que armados em coitados queriam mais ajudas, esbanjadores.

Sabe Senhor Presidente, vou resistir, vou estar de braços erguidos, com a mãos fechadas e com os dedos médios esticados.

Assim já se sabe ao que se vai com o PSD

Quinttarantino – 17.07.2008

A receita ideal para se chegar ao poder aparentemente sem saber ler nem escrever:

- Propostas só as fazemos quando estivermos mesmo, mas mesmo assim de mesmo em campanha eleitoral;
- Até lá, porque somos Oposição, a nós só nos compete fiscalizar;
- No essencial, também pouco haverá para propor pois quando formos Governo é para prosseguir com muitas das políticas deste Governo;
- E sem soçobrar ante a crise, a não ser quando faltar um ano para irmos a eleições;
- Até lá, e para que ninguém repare, choramos umas lágrimas pelas pessoas, especialmente a dita classe média que é a que não tem vergonha nenhuma e tanto vota em nós como nos outros.

Esta receita apanhei-a mais coisa, menos coisa à chefe Ferreira Leite!

Sugestão

António de Almeida - 17.07.2008



À atenção do Ministério da Educação: com este modelo será possivel melhorar o "eduquês" garantindo um sucesso de 100%.

Tropa de Elite - Chancela da Realidade

Marcos Santos - 17.07.2008



“Olha aí freguês, Tropa de Elite, o Filme do BOPE. Paga dez na minha mão, e leva dois.”

Quem passasse nas proximidades da Central do Brasil, o principal terminal ferroviário da cidade do Rio de Janeiro, topava com vendedores ambulantes, os camelôs, anunciando o produto inédito.

Mas o ineditismo era peculiar.
Diferente de filmes que estréiam no circuito mundial e são distribuídos por máfias chinesas de falsificadores de DVDs, Tropa de Elite teve sua versão pirata, comercializada antes do lançamento nos cinemas. Aliás, dois meses antes do lançamento.

Claro que os produtores do filme passaram por momentos de tensão, pois a cópia pirata espalhou-se como praga. O resultado financeiro da produção poderia estar comprometido. Para se ter uma noção do problema, segundo a Folha de São Paulo, 19% dos paulistanos (cerca de 1,5 milhões), já haviam assistido ao DVD pirata até as vésperas da estréia, que acabou sendo antecipada.

Curiosamente, esses mesmos produtores já haviam passado por momentos de tensão. A obra teimava em viver de maneira perigosa e errante, misturando e fundindo sua ficção, com a realidade da cidade.
Em novembro de 2006, parte da equipe de filmagem foi seqüestrada por traficantes do morro Chapéu Mangueira, onde o filme foi rodado. No episódio, um total de 90 armas cenográficas foram roubadas, entre réplicas e originais adaptadas para festim, o que paralisou as filmagens por duas semanas.

Mas o filme saiu, seus números acabaram impressionando (2,5 milhões de espectadores nos cinemas, em dois meses) e seus prêmios também. Os principais foram o Urso de Ouro no Festival de Berlim e o de melhor filme no Festival Hola Lisboa, ambos em 2008.

Polêmicas a parte, pois chegou a ser taxado de obra fascista, o filme segue seu destino, chegando finalmente ao circuito português, local onde recebeu um de seus importantes prêmios.

Reconheço que não gosto de filmes violentos, mas a violência vivida em Tropa de Elite não me agride. E não agride pelo simples fato de estar muito próxima da realidade das comunidades carentes do Rio de Janeiro.
Lá, nessas comunidades, se correr o bicho pega, e se ficar...o bicho come.
Enfim, a realidade acabou por chancelá-lo.

Entrem no sítio oficial e comecem a entrar no clima.


Foto: Wallpaper Sítio Oficial

Referências:
Adoro Cinema
Folha Online
Sítio Tropa de Elite

Se não os podes vencer...

António de Almeida - 16.07.2008

A Holanda também proibiu o fumo em recintos fechados, tal como acontece em Portugal.
Do que por cá ainda ninguém se lembrou foi converter o espaço, como fez este proprietário de café transformando-o em igreja.
Tirando partido da liberdade de culto, fundou a Igreja Única e Universal dos Fumadores de Deus, venerando a Santíssima Trindade do Fumo, Fogo e Cinza. Outros cafés estão a aderir ao novo culto religioso.
Parece-me que esta religião é capaz de alcançar rapidamente um grande sucesso; só por mero acaso deixei de fumar há 4 anos, de contrário até seria bem capaz de me converter a este culto.

A Felicidade

Marcos Santos - 15.07.2008


Ser feliz é não ter medo de arriscar.
Ser feliz é apreciar as coisas simples da vida e da natureza.
Ser feliz é não recear o inusitado.
Ser feliz é achar beleza no belo e no feio.
Ser feliz é...

Quando adentrei ao laboratório senti um cheiro cortante. Não havia ali cheiro de berço, talquinho, sabonetes infantis, sequer algo que lembrasse a delicadeza de um bebê.

Mas lá estava ele, mínimo, delicado e nu, deitado sobre uma bancada de mármore branco e gasto.
O ambiente contrastava com a fragilidade daquele pequeno ser que, desnudo, mostrava em quantos pedaços tinha sido dividido e de que maneira havia sido remontado, com grossa linha de cor bege.
Seu crânio foi cortado em dois, de orelha a orelha, seu pequeno peito de cima abaixo, do pescoço ao umbigo.

Mas minha missão era vesti-lo, e assim o fiz, com todo o cuidado para não machuca-lo. As roupinhas de nenê foram colocadas e no saquinho de dormir ele foi inserido.
Sério, sisudo, mas sem demonstrar mágoa.

E foi assim que segurei e embalei meu pequeno filho, pela primeira e derradeira vez. Sem som, sem mimo e sem cantigas de ninar.

Não sei como suportei aquele momento. Só sei que ele passou e eu fui levado por ele. Com certeza o dia estava nublado... o Sol não poderia estar brilhando. Mas também não estava chovendo, a chuva aproxima as pessoas dentro de casa.

Eu estava só, como nunca estive em toda a minha vida. Uma solidão de não enxergar a pessoa ao lado... de dirigir o carro ser saber como chegou ao destino...de parar no sinal vermelho mesmo sem tê-lo visto...de andar ao acender do sinal verde, sem sequer saber que havia parado.

É estranho a forma de conviver com a morte de um filho querido.
É estranho entender como essa convivência foi suportada.

Deve haver alguma resposta, longe dos almanaques de cabeceira.

...ser feliz é saber inspirar-se na tragédia, mesmo que a tragédia seja a sua.

Ser feliz é querer ser feliz.

Marcos Santos
Rio de Janeiro
Foto: Marcos Santos

E os gauleses é que são doidos?

Quinttarantino - 15.07.2008

Na França, quando a noite em que se comemorava a tomada da Bastilha chegava ao fim, uns cavalheiros, certamente vencidos pela vida e aborrecidos com a mesma, resolveram pegar fogo a alguns carros.
Queimar carros é, como se sabe, quase um desporto nacional em França.
Mais um pouco e será mais popular que a "petanque" ou o "melão"!
Foram 600 carros queimados.
E cerca de 220 os "cámones" que passaram a noite na jaula.

Se fosse o nosso ministro da Administração Interna chamava os moços, ou os chefes a uma reunião no Ministério, oferecia-lhes um café e dialogava.
E o presidente da Câmara alojava-os num qualquer equipamento público, embora antes lhes tirasse os isqueiros e os fósforos.
Apostam?

Não há derrotas, só recuos tácticos!

Quinttarantino - 15.07.2008

O camarada Tiago caiu, sente-se derrotado e escreveu um texto pungente!
Deixou meio mundo perplexo e alguns a interrogaram-se sobre o que de tão grave sucedeu que dê origem a um escrito assim.
Com o devido respeito, e que muito é, lendo-o quase se imagina um pobre mortal a carregar a cruz até ao Calvário …
E, no entanto, assim não é, pois por muito que pensemos que estamos mal há sempre quem ainda esteja pior.

Meu avô, que já se finou, costumava afiançar que mais que olhar para quem está acima, devemos procurar olhar para quem está mais abaixo.
E que, ao assim actuar, encontraremos conforto na nossa própria existência.

Que pode não ser fácil.
E certamente que o não é no plano geral quando a crise assola o mundo, ceifando a esperança que ainda restava nas planícies e secando as fontes do nosso refrescamento!

Já nos idos de setenta, quando em Londres se fizeram escutar em altos berros os SEX PISTOLS se proclamou que NO FUTURE e vislumbra-se agora que, podendo haver futuro, o mesmo não será certamente o doce remanso que muitos julgavam ser um direito adquirido.
Não vai, não!

Não sei bem o que será, mas não será nem o mundo que hoje conhecemos nem a sociedade que antecipávamos. Será uma coisa diferente, quiçá para pior.
Por isso, prostrados no chão nada resolvemos.
Nem na nossa vida, nem na de ninguém.
E assim sendo só há um remédio … e cada um sabe ou deve procurar o seu.

A derrota

Tiago R Cardoso - 14.07.2008

Parabéns, conseguiram camaradas !

Conseguiram abater-me camaradas, conseguiram destruir-me, parabéns camaradas.

A vitória é vossa, vós sois os vencedores, muito bem camaradas.

A luta foi árdua, o combate andou no corpo-a-corpo, várias vezes cai e me levantei, várias vezes julguei que vencia, várias vezes me senti um vencedor.

Mas não camaradas, no final foram vocês que ficaram em pé, foram vocês é que terminaram vitoriosos com a estocada final que me deram.

Estou destruído camaradas, prostrado no chão, cilindrado pela vossa postura, sangro aço das minha veias, sinto o seu sabor.

Sinto o amargo sabor da derrota, sinto o fel do vosso ódio, bravo camaradas, sois grandes.

Sois enormes, muito maiores do que eu, que sou um pequeno grão de pó, que vós, camaradas, conseguem limpar facilmente.

O fim chegou camaradas, fico aqui a lamber as minhas feridas, fico aqui escondido do mundo, fico aqui há espera que a poeira assente...

Sei lá camaradas, pode ser que depois encontre as forças que me abandonaram, pode ser que encontre um motivo para me levantar...

Até já camaradas...

Embaixadores oficiosos das FARC

António de Almeida 14/07/2008

-Depois do texto do nosso amigo Lusitano ali em baixo, vale a pena lêr esta explicação das FARC sobre a fuga dos 15 prisioneiros. Onde é que eu teria ido buscar explicação tão bizarra? No resistir.info, é claro, onde se escrevem verdades inquestionaveis sobre as democracias norte-coreanas e cubanas, enquanto nós por cá continuamos condenados a viver uma ditadura desde 1975, que o PCP bem lutou por tentar evitar. Mas por cá há quem tenha saudade dos gloriosos tempos em que os povos europeus viviam felizes atrás de muros!

A outra face da crise mundial

António de Almeida - 14.07.2008

"A empresa alemã "Steiff", que inventou os ursinhos de peluche, fez regressar a Portugal parte da produção deslocalizada há apenas cinco anos para a China. E não é caso único - em outros sectores da economia, como o calçado, as grandes marcas estão de volta, devido às dificuldades logísticas e ao aumento dos custos de transporte resultante do agravamento do petróleo".

A frase acima, que transcrevo do DN, é reveladora que não existem certezas absolutas e que a própria economia se altera com o passar dos anos.
Muitas empresas olharam para os mercados asiáticos, em particular a China, com a certeza que poderiam aumentar a sua rentabilidade com a deslocalização da produção.
Contudo, se o aumento do petróleo e consequente aumento do custo dos transportes são a primeira prova que as coisas não serão assim tão lineares, há que considerar ainda que a inflação e crescimento económico nesses países farão abrandar os "milagres" à medida que os custos salariais também aumentarem.
O mundo e a Economia não são a preto e branco. Funcionam, com erros é certo, mas funcionam e calculo mesmo que esta não será a única empresa a regressar!

Desafio

António de Almeida - 13.07.2008

Para reflectir vão ao GOOGLE, escrevam "político honesto" e cliquem no sinto-me com sorte. Depois comentem o resultado.

Notas Emprestadas

Notas Soltas & Ideias Tontas - 13.07.2008

Cuba
Herói das Farc, Fidel 'condena' sequestros

Com Agência Reuters
O ex-ditador cubano Fidel Castro é a principal inspiração das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) -- o grupo terrorista tomou as armas em seu país com o objetivo de derrubar o governo e, assim como Fidel, instalar um regime socialista no vizinho sul-americano. Na quinta-feira, contudo, Fidel disse condenar os métodos dos seus seguidores (apesar de seu governo já ter adoptado as mesmas práticas contra os inimigos políticos).

Fidel, longe do poder desde que ficou doente há quase dois anos, escreveu em um texto publicado na noite de quinta pelo site estatal Cuba Debate (www.cubadebate.cu) que Cuba "apoia o processo de paz na Colômbia há mais de vinte anos", e que os atos dos terroristas não são justificáveis. Ele se disse feliz com a libertação da política franco-colombiana Ingrid Betancourt, resgatada pelas tropas do país depois de seis anos no cativeiro das Farc.

"Pelo elementar sentimento de humanidade, nos alegrou a notícia de que Ingrid Betancourt, três cidadãos americanos e outros foram libertados", escreveu o cubano. "Eles nunca deveriam ter sido sequestrados os civis, nem mantidos como prisioneiros os militares nas condições da selva. Eram factos objectivamente cruéis. E nenhum propósito revolucionário poderia justificá-lo", disse Fidel, cujo regime caçou e executou dissidentes durante décadas.
Revista Veja

Caríssimos camaradas do PCP

Escrevo-vos indignado, triste, estupefacto!

A menos que a noticia acima seja mais uma invenção do “imperial-capitalismo”, temo pela saúde mental do nosso glorioso camarada Fidel, que afastado do poder dever ter sido sujeito a torturas inomináveis para proferir tais afirmações.

A luta pela liberdade, pela democracia, pelos direitos humanos sempre invioláveis, que é a matriz de todo o nosso movimento revolucionário, e que as FARC tão puramente defendem e são exemplo constante a seguir, e que tem exemplo concreto nos anos em que a mãe Rússia, foi governada pelo nosso sempre amado, glorificado, exaltado camarada Staline, não pode parar e continuará estou seguro, pelas vossas mãos, pelas vossas vidas tão desinteressadas de outras coisas que não seja o bem estar do povo.

E esta garantia é-me dada pela clarividência das vossas convicções, pela certeza das vossas atitudes, pela justiça inabalável das vossas posições, tão bem expressas no vosso comunicado e encimada por esse monumento de amor à liberdade, que foi a recente negação de um voto de congratulação na Assembleia da República, (órgão a ser estirpado por causa da sua evidente ligação ao fascismo), pela libertação dessa filha do capitalismo Ingrid Betencourt e seus apaniguados.

Como alguém já disse, esta capitalista e seus apaniguados ainda eram perfeitamente recuperáveis, pois experimentavam já há largos anos os aromas da liberdade, da verdadeira democracia, do respeito pelos direitos humanos, tão magistralmente ensinados e exemplificados pelos nossos camaradas das FARC, mas agora retirados que foram à força desse “paraíso na terra” nas matas da Colombia, estão irremediavelmente perdidos, afogados no imperial-capitalismo.

Mas vós não vos deixais enganar!

Logo percebestes onde estava a verdadeira liberdade, onde estava a verdadeira luta pelo povo e erguendo ao alto a bandeira do humanismo, da democracia, destes uma lição àqueles lacaios do capitalismo representados nesse órgão conservador que é a Assembleia da República.

Renasceu em mim a esperança, que tão abalada tinha ficado com as palavras do camarada Fidel, (não tenho vergonha de vos dizer que chorei lágrimas amargas ao ler as suas declarações), porque convosco sei que a luta continua.

E admiro-vos ainda mais, camaradas do PCP, porque vos sei sozinhos no mundo, mas mesmo assim não desistis de defenderdes os vossos ideais de liberdade, de democracia, dos direitos humanos.

Pudera eu, se a minha vida mo permitisse, e juntar-me-ia aos gloriosos camaradas das FARC, não como terrorista, desculpem, guerrilheiro, pois não tenho méritos para tal, mas como refém, para beneficiar dos ensinamentos, da liberdade, que eles tão prestimosamente prestaram a Ingrid Betancourt e seus apaniguados e que o mundo incontrolavelmente fascista não entendeu, e por isso condenou.

Para a frente camaradas, o mundo já nos sorri e será bem melhor quando todos nós, os outros, formos vossos reféns e assim aprendermos o que é a verdadeira liberdade, a verdadeira democracia, os verdadeiros direitos humanos.

De cabeça erguida, os olhos marejados das lágrimas de gratidão, o coração totalmente entregue à nossa/vossa causa, canto a plenos pulmões:

«Avante camaradas avante, o Sol brilhará para todos nós, quando todos nós formos reféns de vós...»

Um Lusitano agradecido.

Em tempo: Pena foi que não se tivessem ganho uns dólares com a libertação dos reféns. Mas fica para a próxima!

Autor : Lusitano (http://politiquicesdecasa.blogspot.com)

Ultima hora

António de Almeida 12/07/2008

-Compreendam que após ver esta reportagem senti-me obrigado a mudar o meu apoio nas próximas eleições americanas.

Carlos Queiroz e muito bem.

Tiago R Cardoso - 11.07.2008

De todos os nomes que andaram por ai, desde Zico a Manuel José, sem duvida que Carlos Queiroz será o melhor para agarrar na selecção nacional.

Numa altura que se exige a continuação da renovação na selecção, que deverá ainda ser mais radical, sem duvida que Queiroz, um treinador sempre conotado com a formação, será essa renovação.

No entanto, não espero, nem acho que o país espere, resultados imediatos, teremos pela frente o construir de um projecto, que levará com toda a certeza a grande triunfos.

Lembro que os campeões de Riade e de Lisboa, não cairão do céu, foram sim o resultado de muitos anos de trabalho.

Vamos ver o que dizem agora os “velhos do Restelo”, que estavam sempre prontos a enterrar Scolari por ele não ser português.

Provavelmente ficaram para já calados, na expectativa do primeiro desaire de Queiroz, para e como sempre num criticar por criticar, dizerem mal e arrasarem o que é nosso.

A GALP tem alguma razão

-A GALP afirmou que a história das facturas das botijas de gás adquiridas na A.S.Viseu com o mesmo valor apesar da descida na taxa do IVA resultou dum erro informático. Estou em condições de afirmar que o erro resulta sim duma distração, afinal quem é que repara no valor da factura durante uma transação de botija de gás?

Pobre verdade que levas cada canelada!

Quinttarantino – 10.07.2008

O mundo do futebol tem-me permitido constatar como a opinião pública se deixa manipular, ludibriar ou levar com uma facilidade espantosa!

Não querendo ter de aturar aqui os justiceiros de moca em riste ou verbo fácil, digo já que por mim a história dos apitos finais e dourados tinha o seguinte desfecho:
o Boavista descia de divisão, o Porto, além dos tais seis pontos de penalização não ia à Liga dos Campeões, o Benfica jogava a Taça UEFA que foi para o que se classificou dentro de campo e o Senhor Procurador-Geral da República ordenava à Dra. Maria José Morgado que, para além daquelas escutas, ouvisse todas e nos explicasse o que é que Luís Filipe Vieira aparece a fazer nalgumas.

Agora, vou escrever um nome: ANTÓNIO JOSÉ GONÇALVES PEREIRA.
Reparem que escrevi em maiúsculas e que ainda vou escrever outra coisa: Presidente do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol.

Não há inteligência rara neste Pais que sempre que fala do que se passa e invoca este nome não diga logo “VEREADOR NA CÂMARA DE GONDOMAR”.
Como não dizem mais nada, toda a gente pensa logo …. “DEPENDENTE DE VALENTIM LOUREIRO, AMIGO DELE, FAZ O FRETE AO BOAVISTA”.

Eu agora convido quem quiser a consultar GONDOMAR

É que, coisa castiça, nem o JOSÉ RODRIGUES DOS SANTOS, mártir da liberdade em Portugal, nos disse até hoje: ANTÓNIO JOSÉ GONÇALVES PEREIRA É VEREADOR NA CÂMARA MUNICIPAL DE GONDOMAR, sim senhor, mas ELEITO PELO PSD E SEM PELOUROS!

Digam lá se isto é ou não é manipular a informação?

O fiscal Manuel Pinho

António de Almeida - 09.07.2008

-Leio e não acredito, Manuel Pinho pede explicações á GALP e convoca de urgência o presidente da ASAE para que lhe expliquem como poderá uma botija de gás estar a ser vendida a 20,25 Euros, quando deveria estar a 20,05 Euros? Sr ministro, os comerciantes não são obrigados a baixar os preços por muito que v. exa esteja convencido do contrário, os comerciantes tiveram de pagar actualizações nos sistemas informáticos, a baixa do IVA foi excelente para as empresas que comercializam software de gestão, os comerciantes foram ainda obrigados a afixar preços informando os consumidores que o PVP está incluido de IVA á taxa de 20%, e quem julga v. exa que paga as etiquetas, tabuletas e afins? Baixar ou não baixar preços fica ao critério de cada um, a concorrência faz o resto, e deixe-se de demagogia, ou informe-se. Aproveite ter convocado o presidente da ASAE para falar de azeite, galheteiros e outros assuntos mais importantes.

Obrigado, senhores deputados.

Tiago R Cardoso - 09.07.2008

Obrigado, senhores deputados, que vão discutir o estado da nação.

Obrigado, por ao fresco e bem sentados pensarem em mim, agradecido.

Sei que vão defender os meus miseráveis direitos e as minhas pobres espectativas, sei que vão gritar e discutir as minhas dores, as minhas contas, o meu pão, a minha sopa, como estou grato.

Como estou grato pela vossa dedicação.

Como estou feliz por saber que vão discutir números, ou seja vão me discutir a mim, eu que sou um numero, um desalinhado que alinha no sistema, que tem de alinhar no sistema.

Um miserável de um numero, que tem de se alimentar, de se vestir, de contribuir para a família, de alimentar um inocente, que eleva ao expoente da alegria este miserável numero, que cada vez que chega a casa sente-se alguém.

Alguém que deixa por momentos de ser um numero, que nessa altura é inocente, que é novamente uma criança a brincar com outra.

Obrigado, senhores deputados por tudo, deste que lhes deseja tudo de bom,  que nunca lhes falte o ar condicionado e a cadeira de pele.

O peso da burocracia

António de Almeida - 08.07.2008

-Por vezes utilizo uma frase, "temos estado a mais", que é imediatamente conotada como uma visão liberal da economia. Não tem forçosamente de ter tal significado, não tem inclusivamente que dizer respeito a matérias económicas, hoje vou reafirmá-la a propósito do incêndio que ontem ocorreu na av. da Liberdade. Falou-se da questão dos prédios devolutos, duma lei das rendas herdada dos tempos do tacanho que nos governou durante 48 anos, e dos condicionamentos que ainda hoje de certa forma subsistem. O prédio que ontem ardeu, está a ser administrado por uma entidade bancária, que já entregou na C.M.L. um pedido de licenciamento para requalificação, que se encontra á espera de ser aprovado. Quem já tratou de licenciamentos com a C.M.L. sabe do que falo, a emissão duma licença pode demorar anos, quando se trata de autorizar um estabelecimento comercial a abrir portas o normal é dizerem, leve a fotocópia do pedido de autorização, não vão aparecer as autoridades a pedir, eles já sabem que demora, e os estabelecimentos lá vão abrindo portas, conheço alguns que estão a funcionar desde 2005 sem que os serviços camarários competentes os visitassem para emitir o respectivo alvará, embora tenham aberto com o pedido entregue nos serciços da C.M.L. competentes para o efeito. De resto nem poderiam fazer de outra forma, quem se poderia dar ao luxo de pagar arrendamentos ou emprestimos bancários, esperando anos para poder começar a funcionar? Fazem ideia de quantos estarão nestas condições? Os construtores não têm a mesma hipótese, as obras só podem começar após o licenciamento, e também esperam anos, enquanto os papeis circulam entre gabinetes camarários, a burocracia levada ao extremo, o peso excessivo da administração nas nossas vidas, na av da Liberdade, a esmagadora maioria dos prédios devolutos aguardam por autorizações que tardam.

Che uma lenda que não morre!

Dalaila 08-07-2008


Imagem: http://eltonpacheco.files.wordpress.com/2008/01/che.jpg

"Hasta la victoria siempre"


A Bolívia divulgou esta segunda-feira três diários de Che Guevara, recuperados em 1986 e guardados desde então no Banco Central, que serão publicados numa edição histórica em príncipio em Outubro como avança a agência Reuters.


Che Guevara foi morto por soldados bolivianos em 8 de Outubro de 1967, na localidade de La Higuera, perto de onde tentava criar um foco guerrilheiro para promover a revolução socialista em toda a América do Sul.

Os documentos foram localizados em 1986 em Londres. Desde então, ficaram num envelope lacrado, sob a inscrição «Chancelaria: Segredos de Estado».

Um dos diários é castanho, com a típica forma de agenda, e os outros dois são vermelho e verde, respectivamente, formando um diário dos últimos meses de vida do guerrilheiro, segundo a rádio Erbol. Além dos manuscritos, estão duas fotografias.

Fonte da notícia: http://diario.iol.pt/

Humor negro...

Tiago R Cardoso - 07.07.2008

Já por aqui transcrevi uma frase do senhor Sarsfield Cabral, aproveitei e deixei algumas considerações.

Desta vez estou decidido a formar um clube de fãs deste senhor, que considero ao nível dos maiores, senão o maior humorista português, de outra forma teria muita dificuldade em compreender estes raciocínios.

"Não há nada mais eficaz de que o preço elevado da energia para promover a maior eficiência no seu uso", Sarsfield Cabral.

Estamos portanto no limiar do humor genial, daqueles que só aparece raramente.

Ainda não tive oportunidade de assistir ao vivo ás suas considerações, mas presumo que valerá bem a pena, aliás acredito que andará muito acima de um Pedro Tochas.

Em Portugal assiste-se a um relançamento do humor, tivemos um fantástico Almeida Santos e o sketch dos bombista, eu pessoalmente fui ás lágrimas, depois José Sócrates no “Porreiro pá e o tratado afundado”, peça de fino recorte humorístico e agora “Como justificar o injustificável”, deste senhor.

Muito bem Portugal, vamos rir para não chorar, vamos aceitar as piadas para não considerarmos isto de insultos, vamos ter o espírito aberto, mas não esqueçamos de os mandar lixar a todos.

Umas perguntas a modos que ... burras!

Quinttarantino - 07.07.2008

É tempo de quase férias para uns, férias para outros, trabalho a dobrar ainda para alguns e anda tudo assim ...
Por aqui, no nosso NOTAS onde andam quase todas SOLTAS, nem IDEIAS por mais TONTAS que sejam nos demovem de ir marcando presença com um lamiré.
Vindo aqui ver isto, constantando que somos para aí uma equipa de futebol e que aqui no "pasa" nada, dei comigo a pensar se andaremos como o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol?
Quer dizer, entre impedimentos e suspeições, ficou toda e qualquer actividade suspensa?

Ou estará já tudo a preparar-se para o estado da Nação, rabiscando números, notas e gatafunhos nos blocos de notas?
Alô, anda por aqui alguém?

Notas Emprestadas

Notas Soltas & Ideias tontas - 06.07.2008

Com temos recebido vários artigos de diferentes amigos, todos de grande actualidade, o Notas avançará com eles assim que chegarem de forma a manter a sua actualidade.

No espírito da blogosfera, uma blogosfera de troca de ideias e interacção entre pessoas, o Notas avança com mais um convidado, desta vez um amigo antigo vindo da Madeira, um dos mais antigos leitores e também parte das nossas visitas.

Silly Season

Acedi ao pedido do blog NOTAS SOLTAS IDEIAS TONTAS, para escrever um texto a ser publicado nesse espaço blogosférico. O desafio está aí.

Chegados até aqui, com o Verão à porta: o calor, a praia, o Sol e a vontade de evadir-se está presente no rosto de todos nós. A política vai a banhos e volta na sua habitual reentre de sempre, morena e queimada, como um chocolate; a vida económica das famílias pouca importa, primeiro viajar, pagar depois; mesmo com o preço dos combustíveis a aumentar brutalmente nos bolsos de cada português e a insatisfação e descontentamento reinantes, tudo é possível e visível…

Enfim, a expressão “Silly season” parece ser o rótulo do momento. Já nem sei se a estação é tonta ou eu que já estou a entrar nas vias periclitantes da senilidade. Julgo que, ao fim e ao cabo, os neurónios precisam de descansar um pouco. Disso não duvido!

Vamos ao desporto-rei que tanto alimentou o sonho luso de alcançar umas meias-finais, ficando com as expectativas goradas face a uma selecção germânica mais rápida, mais dinâmica, mais ganhadora dentro das quatro linhas, mesmo com o avançado, Cristiano Ronaldo, por perto. Aliás, considerou-se, então, Cristiano, o melhor jogador do mundo, como também Luiz Felipe Scolari recebeu uma proposta do clube inglês, Chelsea para um contrato milionário na equipa deixada por Mourinho. Lá vão me dizer vocês: é a inveja! Não. Não se trata de invejas, ou meias-invejas, ou melhor de toda a inveja. São os sinais evidentes, explícitos e claros de uma injustiça latente, quando cerca de 95% da população portuguesa trabalhando uma vida nunca arrecadará tais quantias chorudas.

Julgo que este negócio do futebol movimenta milhões e mexe com milhões, aos quais sou (somos) alheios. Infelizmente!

No xadrez político, o PPD/PSD reuniu-se, em congresso, na cidade de Guimarães, berço da nacionalidade, para apresentar a nova líder (ex-ministra da Educação e ex-ministra das Finanças), Manuela Ferreira Leite, depois de derrotar os seus adversários internos: Pedro Santana Lopes, Pedro Passos Coelho e…

A novel líder, defensora de um linha ideológica e política dura e pura, oriunda do cavaquismo, lançou um olhar atento sobre “a classe média endividada”, entre muitos assuntos disse que “ o país terá que responder às questões sobre se são precisos tais gastos públicos e se há meios de os pagar”.

Mais que tudo isto, interessa saber: que tipo de política concreta irá pôr em prática face aos problemas que o país real enfrenta e se o PPD/PSD será, de facto, uma alternativa ao governo de José Sócrates, em 2009. A ver vamos…

Deixando os futebóis e a política um pouco de lado, retomando à “Silly Season”, digam-me, por favor, aonde podemos fazer turismo interno, de modo a desfrutar do calor, a tranquilidade, a paz necessárias para recuperar forças para mais um ano de trabalho, não descurando o factor preço/qualidade.

Aceito sugestões. Naturalmente.

Autor : Miguel Ângelo - Do Outro Mundo (http://dooutromundo.blogspot.com)

Evolution !!!

Marcos Santos - 05.07.2008

Estamos comemorando 150 anos da publicação da Teoria Evolutiva de Charles Darwin. Foi no dia 01 de julho de 1858. Em homenagem ao fato, estou postando um texto-paródia de nossa "evolução", enquanto seres humanos.




Evolution.

Tenho recebido mensagens eletrônicas contando dos malefícios da carne, do leite, do frango, da pipoca, e vai por aí a fora. Parei para pensar na nossa trajetória até aqui, enquanto seres humanos e descobri algo intrigante...

...Descobri que se já houvessem nutricionistas a quatro milhões de anos passados, nós não estaríamos aqui, pelo menos na forma como existimos. Seríamos algo entre o veado e a zebra, mas não seríamos humanos. Estaríamos comendo chicória com rabanete, sem azeite nem vinagre. Estaríamos correndo dos leões e das onças. Até porco do mato ia botar a gente pra correr.

Acontece que os Australopithecus resolveram ingerir tudo o que é porcaria e que não se deve comer. Comeram carne (sem gordura trans), ovos, formigas, larvas de insetos (sem glúten), besouros, carniça (com ômega 3). Ou seja, proteínas.

Nesse momento, seus crânios começaram a ser preenchidos com algo que vai além de ossos e água. Começaram a ser preenchidos com massa cinzenta.

Os bons “macaquinhos” comeram de tudo o que viram pela frente, sem nenhuma orientação profissional, e chegaram até aqui, sozinhos. Quanto mais porcarias comeram, mais inteligentes foram ficando, até alcançarem os dias de hoje e se formarem em Nutricionistas.

A partir desse momento tivemos um estanque, um ponto de inflexão evolutivo.

Raciocinem: Somos 6.800.000.000 (seis bilhões e oitocentos milhões) de serem humanos, infestando a Terra. Só alguns insetos tem a população maior do que a nossa. Se um ou outro ser humano morrer por tomar leite com manga, comer carne demais, ovo cozido demais, se entalar com a farofa ou espinha de peixe, e daí? Continuaremos a infestar o pobre planeta, sem dó nem perdão.

Mas cuidado! Com a quantidade de coisas importantes, que a cada dia nos proíbem de comer, não me impressionará se daqui a cinco milhões de anos, nós tenhamos evoluído para algo ruminante, entre o veado e a zebra, comendo chicória com rabanete, sem vinagre nem azeite.

Deixem o povo comer.
Muito pior do que “comer mal”, é passar fome.
Feliz daquele que ainda come alguma porcaria.

Marcos Santos
Rio de Janeiro

Photo Australopithecus by Wikipedia

Os comunistas não cessam de me surpreender

António de Almeida -04.07.2008

-O PCP recusou um voto de congratulação pela libertação de Ingrid Betencourt. No país de Chavez, a agência bolivariana de prensa, está preocupada que a operação de resgate possa ter sido ilegal á luz do Direito Internacional. Neste outro artigo afirmam que os reféns estariam prestes a ser libertados, talvez precisassem apenas de esperar mais uns anitos.

Acho a maior graça!

Dalaila - 04.07.2008


Imagem: Joanna Kilen-Redesiuk

Para descomprimir e desejar-vos um bom fim de semana, deixo-vos uma crónica "Veríssima"!

"Acho a maior graça.
Tomate previne isso,
cebola previne aquilo,
chocolate faz bem,
chocolate faz mal,
um cálice diário de vinho não tem problema,
qualquer gole de álcool é nocivo,
tome água em abundância, mas não exagere...
Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos.

Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal pra minha saúde.
Prazer faz muito bem.
Dormir me deixa 0 km.
Ler um bom livro faz-me sentir novo em folha.

Viajar me deixa tenso antes de embarcar,
mas depois rejuvenesço uns cinco anos.
Viagens aéreas não me incham as pernas;
incham-me o cérebro, volto cheio de idéias.

Brigar me provoca arritmia cardíaca.
Ver pessoas tendo acessos de estupidez me embrulha o estômago.
Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro me faz
perder toda a fé no ser humano.
E telejornais... os médicos deveriam proibir - como doem!
Caminhar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma
discussão está pegando fogo, faz muito bem; você exercita o
autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de
nada.

Acordar de manhã arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite
é prejudicial à saúde.
E passar o resto do dia sem coragem para pedir desculpas, pior ainda.

Não pedir perdão pelas nossas mancadas dá câncer, não há tomate ou
mussarela que previna.

Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não
ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme
ser espetacular, uau!
Cinema é melhor pra saúde do que pipoca.

Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que nada"


(Luís Fernando Veríssimo)

A reação do PCP

António de Almeida - 03.07.2008

Nota do Gabinete de Imprensa do PCP/03/07/2008 Em resposta a várias solicitações dos órgãos de comunicação social sobre a posição do PCP a propósito da operação de resgate de Ingrid Bettencourt por parte do exército nacional na Colômbia, o PCP considera o seguinte:

1. O resgate de Ingrid Bettencourt após um período em que esteve prisioneira na selva colombiana, coloca em evidência a gravidade da situação em que se encontram centenas de prisioneiros em ambos os lados do conflito e a necessidade de encontrar uma solução humanitária entre as partes.

2. Os complexos problemas em presença, exigem uma solução política e negociada de um conflito que se arrasta há mais de 40 anos sem solução, situação que é em si, inseparável da política de agravamento da exploração e de terrorismo de estado praticada pelo governo neo-fascista de Uribe, conforme tem vindo a ser denunciado pelas forças progressistas e democráticas da Colômbia.

3. O Povo colombiano poderá continuar a contar com a solidariedade dos comunistas portugueses na sua luta contra a opressão e exploração, pela justiça social, pela democracia e soberania nacional. Sem mais comentários

Em aço duro

Tiago R Cardoso - 03.07.2008

Este país não se lembra de mim, não se lembra do seu povo...

Aquele povo que todos os dias vai para a estiva, que está cá em baixo, arranha e sofre, luta diariamente pelo pão, pela batata e pelo arroz no prato.

Este país esqueceu-se de mim, esqueceu-se das minhas dores, desterrou-me para a indiferença de não me ver.

Este país não me considera digno de me responder, ao menos dizer-me que não.

Limita-se a falar de milhões e esquece-se de tostões.

Que culpa tenho eu de para mim, uns míseros tostões serem milhões ?

Que culpa tenho eu de andar com o aço às costas ?

Que culpa tenho eu de transportar comigo uma dor do aço ?

Que culpa tenho eu de estar no fundo da pirâmide ?

Este país esmaga-me, não sabe quem eu sou, apenas sou um número, um miserável número; sou um número, um filho da puta de um número, nada mais que isso.

Este país esmaga-me com o seu aço frio, trucida a minha carne e derrama o meu sangue.

Este país é dono de mim.

Quem me dera conseguir ser mais que isso...

Quem me dera conseguir ser mais que isso... viver, conseguir viver mais que o dia-a-dia, conseguir ganhar mais do que a sopa.

Quem me dera conseguir chegar a casa, tirar os sapatos e conseguir caminhar!

Este país esqueceu-se de mim... mas eu não me esqueço de tudo o que ele tem feito por mim, talvez um dia acertemos a contas.

Liberdade sim, mas...

Marcos Santos - 03.07.2008

...a agonia continua, pois a pobre Ingrid não escapará de um encontro com Sarkosy,
mas ela é guerreira e sobreviverá.


Os amanhãs não cantarão mais uma vez

António de Almeida - 03.07.2008




Na foto, Ingrid Betancourt com a mãe e Clara Rojas, havendo já primeiras declarações da até ontem refém.
Paralelamente:

COLÔMBIA MAIS DISTANTE DA PAZ
Três mercenários estado-unidenses, 11 polícias & militares e um membro da classe dominante colombiana foram recuperados dia 2 pelo governo narco-militarista de Uribe. Daquilo que já se sabe deste episódio verifica-se:
1) Seguindo o diktat bushiano, Uribe continua a rejeitar a solução política do conflito – que deveria ter início com uma troca humanitária de prisioneiros, como propõe as FARC-EP.
2) O governo uribiano-bushiano não hesitou em por em risco a vida dos retidos.
3) Os retidos foram mantidos em boa saúde – poderá o Estado colombiano dizer o mesmo daqueles que mantem nas suas masmorras?
4) Regimes repressivos & fascistas muitas vezes obtêm êxitos em operações de comandos, como mostra a história de Israel e da Alemanha hitleriana – mas isso não leva à paz com justiça social.
5) O alarido mediático dos media corporativos volta-se selectivamente para os membros da classe dominante – mas nunca mencionam os sofrimentos dos oprimidos, como os milhões de camponeses colombianos expoliados das suas terras ou as centenas de guerrilheiros das FARC-EP que padecem nas prisões uribistas.
6) A operação ardilosa do dia 2, infelizmente, pôs a Colômbia mais distante da paz.

Esta vergonhosa pérola de irracionalidade está publicada no resistir.info

Ainda a descida do IVA

António de Almeida - 02.07.2008


Manuel Pinho foi ontem o inspector de serviço do Executivo procurando fiscalizar os efeitos da descida no IVA junto dos consumidores. Para tal tarefa, escolheu um hipermercado, local onde muitos artigos são comercializados à taxa reduzida de 5%, mas nada disso incomodou o ministro. A administração da SONAE terá certamente apreciado a publicidade gratuita proporcionada pelo tempo de antena.

O CDS/PP, esse, costumava ser um partido que respeitava a liberdade dos agentes económicos. O Governo baixou a taxa de IVA de 21 para 20 por cento, mas as empresas são livres de descer, manter ou até subir os preços. Depois, a oferta e a procura regulam o consumo, ganhos e perdas. Ao convocar uma conferência de imprensa para pedir ao Governo uma fiscalização dos preços, Paulo Portas não se limitou a cair em populismo demagógico, cedeu também à velha cartilha socialista da intervenção do Estado na economia.

Quando vi aquela conferência de imprensa nem consegui perceber à primeira qual dos irmãos Portas usava da palavra, tive de abrir e fechar os olhos não acreditando na reabilitação das teorias marxistas.

Sem Chavez !

Tiago R Cardoso - 02.07.2008


Sem Hugo Chavez e o seu populismo, sem negociar, sem grandes alaridos, o exercito colombiano libertou Ingrid Betancourt e três reféns norte-americanos há vários anos em poder da guerrilha das FARC foram libertadas pelo Exército colombiano, anunciou o ministro da Defesa, Juan Manuel Santos. O responsável revelou que outros 11 militares foram também libertados nesta operação.

Finalmente libertada, muito bem.

As FARC, para quem não sabe, é aquela organização terrorista, que participa na festa do Avante a convite do PCP.

Este Alberto João é só boas notícias!

Quinttarantino – 02.07.2008

Caramba, será que é desta que, pelo menos uma vez, a vida nos sorri? – interroguei-me quando tomei conhecimento da notícia mais optimista do dia.
O motivo para este optimismo moderado teve epicentro em Caracas… calma, meu caro António de Almeida, que não é sobre a revolução bolivariana ou sobre o Chavez.

Não, é sobre a anunciada intenção de Alberto João Jardim em abrir um debate sobre o futuro constitucional da Madeira, e que realizará um referendo na ilha sobre a questão.
Assim, em Outubro de 2009 vai realizar-se um referendo na região, para que os madeirenses se pronunciem sobre aquilo que o Parlamento da madeira deverá aprovar em termos de revisão constitucional, a apresentar à Assembleia da República.

Dr. Alberto João Jardim, caríssimo, faça-nos um favor … peça que o referendo seja a nível nacional.
E que seja sobre a independência da Madeira.
Tem aqui um traidor à Pátria que vota pelo SIM!

Eu faria igual

Tiago R Cardoso - 01.07.2008

Acredito que sim, acredito que a Senhora Ministra da Saúde, Ana Jorge, disse a verdade quando afirmou, que não iria a um hospital privado em caso de acidente grave, eu acredito.

Também eu se fosse Ministro não iria, em caso grave bastaria que eles soubessem da chegada de um Ministro, que de certeza até o Director do hospital viria atender-me.

Pois é, a Senhora Ana Jorge fala de barriga cheia, se a senhora fosse um aqui de baixo, sabe aqui no fundo, iria ver o que era um atendimento hospitalar.

Deveria ser transferida de um hospital para outro, após uma operação onde lhe colocarem uns fixadores, passar ali dois dias e depois ser transferida para outro hospital.

Entrar no segundo hospital, já com cama reservada e ser mandado para a triagem, de seguida o “iluminado” do enfermeiro, que faz a triagem perguntar-lhe, a senhora cheia de ferros enfiados na perna...

“Então, o acidente foi agora mesmo, não foi ?

Por respeito aos leitores, nem vou reproduzir aqui aquilo que pensei na altura...

De seguida ser enviado para um corredor, com uma fita no braço a mostrar a urgência da situação.

Passado 20 minutos, passa o enfermeiro chefe, por curiosidade lê o processo, chama um enfermeiro e pergunta, “Alguém me explica o que faz aqui este senhor ?", seguido de um, “Alguém me explica como é que alguém, que vem transferido de outro hospital e em vez de estar já na cama, que está reservada, está aqui no corredor?”

Pois é, Senhora Ministra, eu se também fosse Ministro faria como a senhora.