Tenho esperança

António de Almeida - 12.06.2008


Que o bom povo da República da Irlanda dê uma lição aos eurocratas de Bruxelas!

4 comentarios:

quinttarantino disse...

Uma coisa são os eurocratas, outra bem diferente o referendo.

Diga-me, ANTÓNIO DE ALMEIDA, acha que mais de três quartos do povo português, por exemplo, sabe o que é o Tratado de Lisboa ou conhece sequer os seus antecedentes?
Ou que dizer aos irlandeses que o Tratado de Lisboa legaliza o aborto na Irlanda é argumento que não seja tão demagógico como os eurocratas?

António de Almeida disse...

-Quint, claro que excessos existem de ambos os lados, para esse peditório não dou, e o meu amigo também não espera que eu entre nesse folclore, mas gostaria mesmo de votar e poder dizer NÃO, perderia? e depois? teria democrática e humildemente que aceitar os resultados. Ambos sabemos que o problema nem é Portugal, mas França, Grã-Bretanha, Dinamarca, Holanda. Mas explique-me, existem povos que rejeitam o Tratado, então a solução será aprovar nos parlamentos? Existem povos que não querem aprofundar a contrução europeia, então a solução deixou de ser convence-los e aceitar a sua auto-determinação para passar a ser atraiçoá-los? Os eleitores desses países tratarão os Judas como merecem, Gordon Brown bem pode preparar já a passagem para Cameron, e não será o único.

quinttarantino disse...

ANTÓNIO DE ALMEIDA, arrepie-se ... eu por mim quanto mais federalismo, melhor. Avance-se já e em força para os Estados Unidos da Europa.
Com regras claras e ali certas em tudo.

O que não sucede agora. Nisso estamos ambos de acordo.
Também estou de acordo que é mesmo muito feio, mas muito feio mesmo, andar a prometer uma coisa e depois fazer outra ... especialmente quando se sabe que os eleitores se estão nas malvas para os referendos (nem todos, nem todos) e a maior parte não faz a menor das ideias do que está a rejeitar.

No mais, Gordon Brown vai perder para James Cameron mas não é por causa disto; é por coisas bem piores e pelo descrédito em que os Tories se viram de repente mergulhados com certas patetices vindas dos tempos de Tony All Smiles Blair ... e da pobreza que por lá também têm ... e coisas afins que nós por cá também temos.

Compadre Alentejano disse...

Se o NÃO ganhar, vou colocar uma velinha em Fátima. Como passo lá perto (A1) todos os meses, é com todo o gosto que presto uma homenagem ao povo Irlandês pela felicidade que deu.
Um abraço
Compadre Alentejano