Quantos são, quantos são ?

Tiago R Cardoso - 05.06.2008

“Quantos são ?”

“Venham eles, eu não tenho medo de ninguém!”

“O quê, 200 mil?”

"Lamento, mas discordo."(Público)

As primeiras são de minha autoria, a ultima de José Sócrates quando confrontado com a manifestação da CGTP.

Devia era ter ido mais longe...

“Quantos são ?”

“Dez milhões ? Lamento, mas discordo.”

3 comentarios:

Compadre Alentejano disse...

É o cair do pano! Podiam ser um milhão que o ditador não vergava...
é assim com todos eles...
Um abraço
Compadre Alentejano

Pata Negra disse...

Fossem eles 200 em Praga,em Madrid, na Birmânia ou no Tibete e a notícia teria sido outra. Salazar perseguia as manifestações, Sócrates ignora-as! Eles aprendem, com manifestações pacíficas não vamos lá, também nós temos de aprender!
Um abraço de um entre 200 000

Kalinka disse...

Cada vez que aquele tipo abre a boca só diz asneira.
EU pergunto: será que aquelas 200 mil pessoas estão equivocadas?

Admitiu hoje que não se impressiona com os números da manifestação da CGTP, em Lisboa, contra as alterações ao Código do Trabalho, por discordar dos argumentos. O que me impressiona nele é a amnésia. Quando o Código do Trabalho foi aprovado o PS prometeu mudá-lo assim que chegasse ao Governo.
Mas mudá-lo noutro sentido não neste...
Enfim...promessas do PS noutros tempos...na oposição.