Quando pensará o Governo repôr o Estado de Direito?

António de Almeida - 11.06.2008

Gasóleo e gasolina começam a escassear na região Centro e Algarve

É inacreditável ver nas televisões portuguesas declarações absurdas e ameaças proferidas por arruaceiros, que beneficiam por agora dos seus 15 minutos de fama, enquanto os abastecimentos alimentares, combustíveis e outros são colocados em causa com camiões forçados a parar em parques contra vontade dos motoristas; a meu ver tal situação pode ser classificada como vandalismo, sequestro, e impedimento do direito ao trabalho.
E isto tudo perante o olhar complacente das autoridades, certamente obedecendo a ordens superiores.
O que espera José Socrates para conduzir pessoalmente este assunto, afastando o incapaz Rui Pereira?
Só conheço uma resposta possível, a mesma que Dias Loureiro utilizou na ponte 25 de Abril ... reboquem camiões, multem, prendam, enviem a tropa de choque, os GOI, chamem se necessário as Forças Armadas, mas acabem com a "bardinagem" insurrecta que instalou o caos e a bandalheira.

2 comentarios:

quinttarantino disse...

Uma ou duas notas. Ou três.
Afinal, ainda há quem veja em Sócrates capacidades de liderança e de resolução ...
Em segundo lugar, e sendo mesmo cínico, o PS aprendeu bem a lição com o PSD ... a carga policial na Ponte 25 de Abril ditou o princípio do fim do cavaquismo ...
Terceiro, e continuando a ser mesmo cínico, é chato, não é, ter de mandar os aviões ao Porto abastecer?
E é chato ter a capital do reino ameaçada de ruir?
E correr o risco de ficar a meio da A2 ...

Este é um comentário mesmo só para chatear.

joshua disse...

António, foda-se!, o que te sugiro é que vás pesquisar/mergulhar na vida concreta de uma dessas pequenas empresas de camionagem e ver como é que o teu liberalismo franzino sobreviveria.

Afinal, tens mais Estado na cabeça que pêlos no peito e preconizas mais repressão e respeitinho que ideias construtivas e multilaterais. Nem parece teu, pá. Devias pôr os olhinhos na Helena Roseta que não se limita, como tu, a propor analgésicos repressivos a esta questão.

Tu, que já me alegraste e divertiste politicamente, não me desiludas logo agora.

PALAVROSSAVRVS REX