Eu amo Portugal !!!

Tiago R Cardoso - 07.06.2008

Nos últimos dias a tendência tem sido a de escrever e falar-se sobre futebol, tendo mesmo passado todos os limites, chegando ao exagero e ridículo.
Tivemos direito a Futebol Clube do Porto, Selecção, mais Porto e agora vamos outra vez a caminho da Selecção.

Pensando bem nesta questão, tenho de dar razão a quem aponta que o futebol não interessa, que temos coisas mais importantes para pensar e que tudo isto serve para afastar o povo do que interessa.

E que dizer do argumento fundamental, aquele que se reduz a um “eles ganham muito e nós não ganhamos nada” ?

Estava nisto, quando ouço na rádio uma reportagem sobre os imigrantes na Suíça.
Falaram com várias pessoas, tendo-se destacado uma senhora que trabalhou quinze dias sem folga, só indo a casa cinco horas por dia de modo a que agora pudesse assistir ao Europeu.

Seguidamente ouvi várias declarações dispersas de imigrantes; todos unânimes em que o que mais queriam era que Portugal ganhasse à Suíça, outros gritavam o nome de Portugal, outros, segundo a descrição do repórter, andavam vestidos com as cores nacionais da cabeça aos pés!

Destacou-se também na reportagem o facto de os jornais de referência suíços falarem deste entusiasmo dos imigrantes portugueses e deste clima de alegria.
Fiquei convicto que, afinal, nem tudo se resumia a uma questão futebolística, antes a um gosto por Portugal, por tudo o que é português e uma questão de afirmação nacional.

Noutros países a Selecção não tem classes sociais, todos se unem em torno de algo comum e de bom!

Noutros países, os símbolos nacionais são amados, vestem-se as cores, anda-se com a bandeira em jeito de afirmação, pelo amar o País, pelo orgulho no País, por gostarem das suas raízes. Mas isso, cá pelo nosso Portugal, para alguma elite e alguns sectores da sociedade é considerado rasca, considerado acções de "povinho" sem cultura.

Esses fazem-me lembrar o encarregado da minha empresa: "Andar com a bandeira, vestir as cores nacionais, é XF" para quem não sabe, XF significa "rasco", "foleiro", "azeiteiro".
Nesse caso, não só pela Selecção, mas por gostar do meu país e de tudo o que dele vem, eu e mais uns milhões de portugueses, incluindo os imigrantes, somos XF's …

Gostamos de Portugal, futebol e da Selecção.

Não me importo de discutir futebol, de ver, de gritar, de estar entre o "povo", que nas tascas vê um jogo e bebe um copo de três, afinal não sou nem pretendo ser superior aos outros, não sou nem pretendo esconder o que sou, um português, um trabalhador de mãos estragadas, um comum e normal cidadão que gosta de estar onde está e sente-se bem.

7 comentarios:

lusitano disse...

Clap, clap, clap...

Isto sou eu a aplaudir este escrito e a dar~lhe a minha inteira concordância, apenas mudando no meu caso aor dem desta frase:
«Gostamos de futebol, da Selecção e do nosso País.», para:
«Gostamos de Portugal, de futebol e da nossa Selecção»,
até porque acho que representa mais o sentir do que aqui foi descrito e com certeza o meu sentir.

Vamos a eles!!!!!

Um abraço Tiago

Tiago R Cardoso disse...

Lusitano,
acredita que não foi de com intenção, escrevi de forma aleatória, porque evidentemente que Portugal está primeiro, mas tens razão, vou rectificar.

lusitano disse...

Claro Tiago, não tenho a mínima dúvida no que afirmas.

Um abraço

mac disse...

Só é pena que as pessoas se unam em algo comum devido ao futebol, que os a bandeira e o hino sejam amdos devido ao futebol, que o amor pelo País e o orgulho pelo Paíssejam por causa do futebol. Estes valores deviam existir sempre, esta consciência colectiva devia estar sempre presente. Se assim fosse, talvez fossemos 1 grande país...

C Valente disse...

E viva Portugal
Saudações amigas

JOY disse...

Amigo Tiago

Assino por baixo, tudo o que escreves-te neste post, ainda me lembro de ir ver a final de 2004 e ver a maior concentração de tios e tias por metro quadrado com bilhetes oferecidos é claro, que nem sequer sabiam qual era a cor da camisola da selecção Portuguesa, mas naqule altura era bem apoiar a selecção, enquanto o povo que sofre e chora pela selecção faça chuva e faça sol,naquele dia que era dele ,teve que ficar a ver na rua.

Um abraço
Joy

antonio disse...

Um povo de mãos estragadas e muito pouco com que se orgulhe...