Ninguém acima da lei ???

Tiago R Cardoso - 20.05.2008

O Procurador-Geral da República (PGR) advertiu hoje que ninguém goza de impunidade, discordou que haja uma Justiça para ricos e outra para pobres e admitiu que são crimes como os da noite do Porto que geram insegurança nos cidadãos ( Jornal Publico).

"O que não pode haver é pessoas em Portugal que julguem que pelo estatuto que têm não estão ao abrigo da alçada da Justiça. Toda a gente está sujeita às mesmas regras", assegurou o PGR.

Supostamente ninguém deveria gozar de impunidade, nem muito menos se achar a cima da lei.

No entanto tem por ai muita gente que goza com o sistema, com dinheiro e bons advogados raramente são julgados e quando o são não se passa nada.

Alem disso este é um país de arquivamentos, tudo o que é algo de grande muitas vezes lava um arquivo.

Se fosse eu a cometer algum ilicito ou um cidadão comum como eu, eles davam-me o arquivamento e a condicional com termo de residência, ia para trás das grades que era uma beleza, sem direito a conferencia de imprensa nem direito de protestar.

2 comentarios:

quinttarantino disse...

Também há muito caso pequeno que leva arquivamento; termo de identidade e residência é a coisa mais frequente, por isso não te preocupes ... qualquer coisa chega para levares isso ... já prisão preventiva só em casos devidamente tipificados na Lei!

Compadre Alentejano disse...

Em Portugal não há justiça, ou melhor, há uma que dá porrada ao pobre e liberdade ao rico.
É uma pouca vergonha...
Um abraço
Compadre Alentejano