Cifrão persegue o homem sem dó, nem piedade!

Quintarantino - 30.04.2008

Ora, ora ... os preços dos combustíveis aumentaram 3 cêntimos o gasóleo e 2,1 cêntimos a gasolina sem chumbo 95!
Ver, a este propósito, "GASOSA" MAIS CARA

"É absolutamente escandaloso. Esta é a décima sétima alteração desde o início do ano, com apenas três no sentido da baixa e as restantes a representarem aumentos", queixou-se a ANAREC.
"É uma especulação pura, porque mesmo que o barril de petróleo suba em dólares, os euros mantém-se os mesmos. Não há justificação nenhuma", disse ainda.

Este responsável disse ainda que o Governo fecha os olhos porque embolsa mais uns milhões via combustíveis.
Os arautos do mercado pelo mercado dirão já: “Economia planificada! Deixem funcionar o mercado e verão …”

Eu que não sou nenhum ultra-liberal e desconfio de certas promessas de generosidade ponho-me a pensar em certas idiotices que me perpassam o cérebro a certas alturas.
Se a “Nike” comprou a “Converse”, aquela das famosas “All Star”, e deslocalizou a produção para a Ásia por causa dos custos aí serem menores, quem é que se anda a governar já que por cá o preço das mesmas se mantém na mesma?
Se o preço do trigo aumentou já 130%, por exemplo, e a União Europeia prevê aumentos de todos os géneros alimentares na casa dos 40% e é sabido que os especuladores agora se viraram para o mercado dos bens alimentares, a culpa é da U.E e dos E.U.A por serem demasiado rígidos?

E se assim é, porque é que na Índia, China e Rússia, onde a rigidez económica cedeu ao pragmatismo do vale tudo e nem existem essas chatices dos Estudos de Impacte Ambiental nem coisa que o valha, os oligarcas são verdadeiros nababos e os pobres mesmo pobres? Porque é que aí não se esbateram assimetrias sociais?

Deixar funcionar as leis do mercado sem rédea alguma não se aconselha e os manuais de História aí estão para o provar. É preciso regular ... pois os capitalistas entregues a si mesmos seriam os mais lídimos representantes do Demo na Terra!
Eles precisam de uma certa rédea, embora já há muito galopem o cavalo do poder político!

7 comentarios:

NuNo_R disse...

Parce que a Nova Ordem Mundial está em marcha.
Tornar os pobres mais pobres e os ricos mais ricos.
Com liberalização dos preços em quase todos os produtos, abriu-se a porta ao efeito de cartelização que os Reguladores" fecham os olhos; os especuladores "brincam" com as economias mundiais e assim continuará a acontecer até que alguma revolta exista.
Como não a prevejo acontecer...
Viveremos num mundo pior para todos, com preços altíssimos em quase todo e salários baixos. :(
abr...prof...

joshua disse...

Se os povos esfomeados e explorados forem empurrados para as ruas, irão para as ruas e não haverá repressão que nos detenha.

Ou há Regulação Séria dos Mercados e um Travão aos Excessos Especulativos, ou isto terá de implodir que não se aguenta. O Capitalismo, entregue às suas imoderações sôfregas, implodirá sem esforços de freio (consumista/exploracionista-do-trabalho) em grande escala.

Só partilhar nos fará felizes e harmoniosos, enquanto espécie e só essa globalização interessa. As cegueiras intermédias só nos condenaram.

PALAVROSSAVRVS REX

António de Almeida disse...

-Liberalizar preços regulando produção não é liberalismo, é oportunismo e terrorismo económico. Liberalismo é outra coisa, podem acreditar nele ou não, mas não lhe dêm má fama, utilizando tal rótulo em práticas que nada têm de liberais.

Carol disse...

É o capitalismo selvagem, no seu melhor!

Raposa Velha disse...

Um exemplo hipotético (ou nem tanto).

A produção de um bem qualquer passou para a Ásia, levando ao fecho da sua produção em Portugal. Motivo: menores custos de mão de obra.

No entanto esse mesmo bem continua a ser vendido sensivelmente ao mesmo preço entre nós.

Quem ficou a ganhar? Até que ponto pode um país deixar de produzir para se metaforizar em consumidor?

Porque a riqueza não é de geração espontânea, em certo momento futuro deixará de existir capital para suportar este modelo.

Tiago R Cardoso disse...

Ainda me lembro da afirmação na altura de se liberalizar os preços dos combustíveis, com a concorrência os preços iriam baixar, pois viu-se.

Compadre Alentejano disse...

Ainda hoje fui a Ayamonte encher o depósito do carro de gasóleo a 1,078 €/litro. Há precisamente 10 dias, na mesma bomba (BP), o gasóleo estava a 1,087 €/litro, logo, mais caro 0,009 €.
Como é possível, em Portugal o combustível sobe e em Espanha desce...
Já agora informo que a gasolina de 95 estava a 1,081 €/litro e a de 98 a 1,278 €.
Logo, em Portugal estamos a ser roubados!!!...
Um abraço
Compadre Alentejano