Procura-se : Tropas

Tiago R Cardoso - 27.04.2008

Alberto João Jardim deve achar que a Madeira já é demasiado pequena para um general da sua envergadura, deve considerar que está na altura de mais conquistas.

Jardim achava que poderia desta vez avançar na conquista continental, queixou-se por ai que até gostaria de avançar, mas faltava-lhes as tropas, fez um pouco o papel de Menezes quando se demitiu, esperou para ver de onde surgiam os apoios e quem apareceria a candidatar-se.

Bastou ver a cara com que Jardim saiu da reunião Social Democrata, para ver que as coisas não lhe estavam a ser favoráveis e viu-se logo de seguida com a candidatura de Santana Lopes.

Agora Jardim diz que avança contra Ferreira Leite se todas as outras candidaturas desistirem e o apoiarem.

Se Alberto João Jardim é assim tão bom general, se é assim um homem de força e coragem, se não vira a cara à luta, porque razão Jardim tem medo de avançar sozinho?

Os grandes homens fazem-se nas lutas, sozinhos contra o inimigo, lutam unem as massas e vencem.

Qualquer general medíocre se tiver um exercito superior e esmagador vence o inimigo, um grande general lança-se, nem que seja com meia dúzia de homens e luta até ao fim.

9 comentarios:

Daniela Major disse...

Pela primeira vez acho q concordamos...

Galeriacores disse...

Estou absolutamente de acordo

Peter disse...

É lamentável que tenha apagado o artigo que aqui estava, substituindo-o por este, que nem sequer me dei ao trabalho de ler.
Claro que o meu comentário também foi apagado (não aplaudia ...).
Espero que não faça o mesmo a este, mas se o fizer a acção é sua e não é muito correcta.

Zé Povinho disse...

Há quem só esteja habituado a ganhar e não goste de perder, nem que seja a feijões...
Abraço do Zé

C Valente disse...

Sera para conquistar Lisboa, mas se somos os mouros ou cubanos, como vai ser
Saudações amigase bao semana

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Tiago, muitíssimo bem o teu texto... Já temos cá muito gente que fala pelos cotovelos, não precisamos dele... Esta é a minha opinião!
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Miguel Ângelo disse...

Alberto João Jardim é, de facto, um Homem, que na política e que me lembre, nunca somou derrotas, ou se as teve foram muito raras. Hoje, as pessoas dizem uma coisa e fazem outra. É preciso saber com aquilo que contámos numa batalha, não quer dizer que a guerra esteja perdida. Neste caso em concreto, O presidente do governo regional da Madeira é um político determinado, convicto, objectivo, directo e frontal ao concorrer para o lugar de presidente do PSD, lugar esse deixado pela demissão do Dr. Luís Filipe Meneses.
Politicamente falando, é crucial que haja um líder forte para disputar o cargo de primeiro-ministro de Portugal, em 2009, se isso não acontecer a breve trecho, penso que o PSD resignar-se-á ao papel de maior partido da oposição por muitos e bons anos.
Esta é a minha modesta opinião...

Erotic Spirit disse...

Tiago,
need to email u a link to my little corner, reply to my prato74@gmail.com account.

Tiago R Cardoso disse...

Peter,

reparei que estavas desatento, o Notas Soltas mudou e agora escreve-se várias vezes por dia, o teu comentário não foi apagado, nem o artigo foi substituido, se procurares está mais abaixo, mais precisamente dois posts abaixo, neste momento o Notas está a publicar cerca de seis posts por dia, não só um como era normal.

Agradecia que confirmasses se não é verdade.

Diga-se que fiquei muito surpreendido com a tua apreciação.