Moção de Censura ? Porque ?

Tiago R Cardoso - 30.04.2008

Não gosto de moções de censura que são usadas unicamente para fazer barulho e conseguir algum protagonismo.

Na anterior moção de censura, o Bloco de Esquerda esteve bem, avançou porque considerou, como muitos de nós, que o não cumprimento do referendo do tratado era um motivo mais que suficiente para a censura.

Apresentar moções de censura avançando com motivos genéricos, embora importantes, talvez não seja a melhor forma de fazer propaganda eleitoral.

A iniciativa visa “transportar o descontentamento, a angústia e o protesto” contra as propostas de alteração ao Código de Trabalho, disse Jerónimo de Sousa, durante o debate quinzenal com o primeiro-ministro, José Sócrates.

Seria interessante lembrar ao Senhor Jerónimo de Sousa, que existe, reconheça-se que um pouco deficiente, uma concertação social, onde supostamente existem negociações entre os parceiros sociais.

Será que o PCP não podia esperar que realmente se chegasse a conclusões e só depois decidir a forma de contestação ?

Será que o PCP se sente excluído da negociação ?

Se se sente excluído, não devia já que está lá representado pelo seu braço sindical, a CGTP.

4 comentarios:

Pata Negra disse...

O Tiago ainda não percebeu a utilidade do parlamento! Eles têm de fazer alguma coisa! A questão que coloco é a seguinte: se não houvesse esssa mição de censura eles consumiriam o seu tempo com alguma coisa de útil? Talvez! Talvez discutissem durante uma sessão inteira que em vez de "Código de Trabalho" passaria a haver o "Código dos trabalhos" e a proposta seria aprovada pela maioria!
Um abraço e que a blogosfera não se torne num prolongamento do parlamento

Compadre Alentejano disse...

Afinal, os acordos na Concertação Social, realizam-se apenas com os pequenos sindicatos que pouco ou nada representam, deixando de fora os mais representativos.
A moção de censura sempre serve para agitar as consciências e dar um pouco de trabalho ao sócrates e seus ajudantes...
Um abraço
Compadre Alentejano

quintarantino disse...

Ora, a moção de censura insere-se numa estratégia mais vasta de marcação da agenda política, terreno político e contagem preliminar de votos!

joshua disse...

Não me fodam com essas opiniões incidindo meramente nos desideratos contabilísticos e eleitoralísticos de esta Micção de Censura! Censuro-vos isso, essa subtracção de bondade e de utilidade a essa figura do Regimento Parlamentar e da sua justificação presente. O que vos parece genérico e difuso é concreto na fome e na miséria escondidas. Pensar a Política e ignorar isto é não pensar.

Por cada Vitalino Canas duvidoso na Comissão de Ética, graças ao PCP, por exemplo, há centenas deles na sombra.

E o que mais me lixa é virem-me falar do passado e fazer comparações. Em vocês esse discurso é síndroma de Matrix e é um dar beijinhos e abraços a este GovernoGalp que nada nem ninguém derrubará, a não ser o voto em seu devido tempo.

Ou bem que se moraliza esta merda de lés a lés, ou está mesmo tudo muito bem como está e vai pelo melhor dos mundos. Ou muito me engano ou cada vez há mais bóias minoritárias a tentar salvar o naufrágio de esta Legislatura.

PALAVROSSAVRVS REX