Deus versus Charles Darwin?

Quintarantino - 29.04.2008

Passava os olhos pela edição online do “The New York Times” quando encontrei um artigo onde se falava do investigador e docente universitário, Francisco J. Ayala.
Quem, dirão vocês?
Bem, eu tenho que dizer que também não sei muito sobre este biólogo e geneticista, apenas que achei curioso o tema do artigo: a luta que se trava no seio da sociedade norte-americana a propósito do criacionismo ou evolucionismo!

No fundo, no fundo … entre Deus e Charles Darwin.
E que é levada a preceito e a ... peito!
Mostrando, mais uma vez, que existem subtilezas naquela sociedade que nos escapam por completo!

Ayala, um ex-dominicano, é um docente universitário que nunca se recusa a ir junto das congregações defender as suas posições e procurar explicar que não só a teoria da evolução é uma posição científica bem sustentada, como nada impede que se possa ter Fé e mesmo assim aceitar o evolucionismo.E eu que pensava que isto era quase ponto assente!

É esta também a sua mensagem no livro “Darwin’s Gift to Science and Religion” (Joseph Henry Press, 2007), no qual defende as suas posições conciliatórias, embora em defesa da evolução das espécies e nos assevera que, enquanto estudante de Teologia em Espanha, lhe foi ensinado que o evolucionismo fornece o elo perdido na explicação para o próprio mal no mundo, fazendo o contraponto à bondade natural de Deus.
Como se vê, as subtilezas de raciocínio da Teologia são enormes e fascinantes!
Pena que poucos a elas tenham acesso.

De qualquer modo, e apesar das suas posições pouco criacionistas, alguém asseverava que “when Francisco speaks, people listen.” (quando ele fala, as pessoas ouvem).
No fundo, se todos o fizéssemos em muitos domínios da nossa vida, talvez tudo fosse melhor!

6 comentarios:

Maria P. disse...

Ou mesmo que nem sempre se comente, é interessante passar aqui e ler com atenção...

António de Almeida disse...

-Por muito que admire os EUA, não dou para todos os peditórios, este é manifestamente o caso. As teorias de Darwin poderão não estar 100% correctas, admito, as teorias creacionistas nem sequer têm por onde pegar.

osátiro disse...

Hoje é plenamente assente que o evolucionismo não contradiz a criação do mundo por Deus!
Mas o evolucionismo tem muitos erros e imperfeições, como demonstra sem margem para dúvidas, entre outros, o prof.Enézio de Almeida , com ironia q.b. no blog Desafiando a Nomenklatura Científica.

Blondewithaphd disse...

Gee, meu filho, onde te foste meter!! Creacionismo e EUA? Have fun darling! Literalmente é assunto para ir às lágrimas. Experimenta ver o que se passa no Utah. Garanto que vais gostar!!

Tiago R Cardoso disse...

Se eu disser só gostei, não ficas chateado pois não, é que estou muito para o cansado.

quintarantino disse...

BLONDE e eu não sei?

Mas dá-me gozo haver quem queira, á viva força, impor o Criacionismo como a única explicação para a vida.
Pelos vistos, também vou ter de ir ali ver o que O SÁTIRO recomenda. Deve ser outro rebolo!