Cansado do Tratado

Tiago R Cardoso - 23.04.2008

Estamos cansados do Tratado de Lisboa, a maior parte das pessoas nem sabe bem o que é, mas que está farta isso está.

Começar um debate anunciando que existe “um grande consenso político e social em torno do Tratado de Lisboa”, José Sócrates, cansa o pessoal.

Congratular-se com o facto de a ratificação parlamentar se realizar na antevéspera do 25 de Abril, não só cansa como chateia ver que até o 25 de Abril é para ali chamado.

Vir o PSD, Santana Lopes, apoiar e dizer que tem de se aproveitar para reunir consensos em outras matérias, já vimos este filme antes.

O CDS, na figura de Paulo Portas, dizer que aprova mas queria um referendo, sinceramente não entendo como é que se pode ser peixe e carne ao mesmo tempo.

Dizer o PCP, por Jeronimo de Sousa, que isto é um atentado ao 25 de Abril, mais um vez deixa-nos com pena do 25 de abril.

Avançar que o Tratado “propõe uma Europa diminuída, que seja uma embaixadora de George W. Bush, do liberalismo mais agressivo”, como avançou Francisco Louçã, a mim fascina-me como é que alguém consegue desconversar e sair do contexto do debate.

Eu já disse que o Tratado cansa não disse ?

4 comentarios:

joshua disse...

O Tratado de Lisboa não é pão que se coma nem peixe. Nem é conta que pagar se não possa.

PALAVROSSAVRVS REX

quintarantino disse...

Eu quero uma Federação Europeia!
Mas será que uma Federação Europeia nos quer?

Pata Negra disse...

Trataram primeiro do assunto com retoques de democracia; não obtiveram o resultado desejado, trataram de arranjar uma saída para os seus desejos; escreveram de modo a que ninguém tivesse a coragem de ler ou de entender; trataram de mais encontros, papéis e termos deles; fizeram assinaturas, fotografias, manchetes, até à exaustão. Estamos fartos do tratado de Lisboa mesmo sem ter lido um único parágrafo. Pronto! Tratem lá dessa merda! Assinem! Tratem-nos assim! Vós sois a democracia! Vós falais em nosso nome! Vós sois a vontade do povo! Tratem lá dessa merda! Vós sois o resultado daquilo que comemos, vós sois a merda, já cheira mal, assinem lá essa merda e venha o que vier - continuaremos na merda em que nos atolaram. Era suposto serdes a estação de tratamento, que tratassem dos assuntos e tratados! Mas não! Vós sois a nossa merda!
Um abraço com as desculpas excrementais

Zé Povinho disse...

Gente que não sabe honrar compromissos não me merece o respeito, pelo que nada mais adianto.
Abraço do Zé