Oh, por favor, conta-me como foi...

A vivência democrática tem destas coisas.
Permite-nos, por exemplo, saber de algumas coisas que se passam nos meandros mais profundos dos poderes.
Fosse Portugal a distante Birmânia e nada! Nada piava, nem eu escrevia e nem vocês comentavam.
Assim, vamos sabendo dumas coisitas e, estando atentos e juntando as peças, ainda conseguimos uns nacos de delícia. Como a que segue...

Era uma vez um Procurador-Geral da República a quem o Primeiro-Ministro prometia público apoio, enquanto em privado procurava convencer o Presidente da República a nomear outro senhor para a Procuradoria.
E, sabendo desta história, o tesoureiro de um partido que saíra do poder para a oposição, e que por acaso estava envolvido num processo que andava a marcar a agenda das investigações criminais, não só queria que isso acontecesse como até consta que rezava um terço por dia para que tal sucedesse.
Como hoje é segunda-feira, nada melhor que começar a semana com um enigma.
Por isso, preencham os espaços em branco e descubram os nomes.

Entretanto, e embora sabendo que nenhum responsável do Ministério da Educação lê este blogue, queria aqui deixar uma sugestão.
E que seria a de arranjar forma da série “Conta-me como foi”, que passa na RTP1 ao domingo à noite, constar nos manuais de História e Formação Cívica.
Quem viu deve compreender o porquê destas palavras. Quem não viu, deve ver. Agradável, despretensiosa mas a retratar com algum humor alguns dos anos de chumbo da nossa História colectiva.

26 comentarios:

Mia - Castelo da Mia disse...

Amigo Quint, mas se o primeiro-ministro recusou comentar a notícia sobre a tentativa de fazer demitir Souto Moura, quem sou eu para o fazer? A ver vamos se o nosso Ex-Presidente comenta.
Uma óptima semana.
Joka
Mia

Joshua disse...

As Televisões não vão pegar neste nojento assunto, Tarantino, embora seja o seu dever porque estão entaladas, comprimidas e ameaçadas com a mordaça do Poder Político.

Mas é provável que os blogues, calculadas as pendências e delicadezas da Presidência Portuguesa da UE, uma Presidência que tem servido para dar prazer aos congéneres ou navegando pelo Douro ou bebendo bom vinho do Porto ou ouvindo o melhor cantar alentejano, comecem a pegar nisto em força e não perdoem.

Talvez de uma só pernada se amarrem o Sócrates, o Paulinho Feirante e mais uns tantos, num feixe e se deite ao lume para que ardam.

Nunca vi tamanho tráfico de influênicas. Coisa sebosa, meu Deus!

Quem tem poder de facto usa-o, mas usá-lo assim!

Não me admira que o Sócrates se tenha habituado a destruir telemóveis: o homem não pode ser contrariado, tão manobrista e manipulador ele é.

Tiago R Cardoso disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tiago R Cardoso disse...

Um enigma típico português, de múltiplas soluções, dada a quantidade de nomes que lá se podiam colocar, neste caso parece-me fácil de como diz o povo "chamar os bois pelo nome", sem ofensa aos animais, mas é pena não sabermos de todas os outros nomes que podiam ser colocados em enigmas iguais e que não se sabem, ou melhor que nunca se falam.

Obs.
Reparei que o amigo está mais cinematográfico de nome, o Joshua acertou na atribuição do nome.

Obrigado por se lembrar de mim, na atribuição do prémio.

adrianeites disse...

conspiração!??!

hum..isto promete..

migvic disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
migvic disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
migvic disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
migvic disse...

Na RTP é um bocado difícil. Ninguém quer ter a cabeça ou as pernas cortadas.

Mas é uma exequente ideia.

Há mais alguém aí com tomates?

Faz esta sugestão à Sic, TVI e RTP por e-mail, ainda te convidam para coordenador do programa, mas não digas que ajudas-te na campanha do LFM, para não perderes credibilidade. :)

Se não se conseguir um programa tipo "Conta-me como foi", sempre se pode pedir ao portas que volte para o Independente fazer o que fez, mas destas vez contra o Governo PS.

È disso que o pais precisa, por isso é que Meneses ganhou o partido, está mais à altura para o fazer que Mendes, pensam alguns.

Pela primeira vez desde à muito que ouço o Dr. Mário Soares a dizer algo com razão.

Quintarantino disse...

E o "migvic" a dar-lhe... o que vale é que há aqui, pelo menos, duas pessoas que podem atestar que não fiz nem nunca fiz campanha pelo arqui-inimigo do "migvic" chamado Menezes.
Fica é a dúvida se o "migvic" era apoiante do Dr. Luís Marques Mendes? Era? É? E agora que vai fazer?

migvic disse...

Eh, eh

Foi o que eu percebi, pelos vistos enganei-me.

Não gosto do Menezes é verdade.

Apoio qualquer politico que seja honesto e sério, porque também os há.

Por exemplo, gostei muito da posição que ele tomou nas eleições autárquicas, contra certos candidatos.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Li com toda a atenção mas não cheguei lá. E isto porque conheço tantas histórias e tantos nomes possíveis. É óptimo que ventilemos de uns para os outros as nossas experiências para que possamos ter uma ideia do que se está a passar. Pessoalmente acredito que, só com uma vassourada completa e pessoas inteiramente fora do esquema, poderemos moralizar alguma coisa. Também vou deixar aqui uma história que não é bem um enigma porque o que importa é mesmo a história e não os protagonistas. Numa das maiores empresas do País, pública e altamente deficitária, uma colega minha, quadro altamente competente e rigoroso, que chefiava um departamento na Direcção de Finanças da mesma empresa, decidiu que não dava aceites a facturas sem perceber ao pormenor a que correspondiam. Tal zelo veio a pôr o Director máximo em maus lençois pelas irregularidades graves encontradas. Corriam os últimos anos do governo Guterres e a minha amiga foi requisitada para um Ministério, para um cargo com algum relevo, enquanto o inquérito decorria. Cai Guterres e ganha PSD e a minha amiga regressa ao posto de trabalho que tinha anteriormente. O director máximo que estava a ser investigado foi substituído por um amigo próximo dele. E ele, o suspeito, foi para director do Departamento de Auditoria que tinha em mãos o inquérito que decorria e em que ele era o principal visado.
Esta não foi comigo mas tenho outras que foram.Por isso, amigo Quint, mais Procurador menos Procurador e com um nome ou com outro eu não acredito em nada.
Não vejo essa série televisiva nem nenhuma outra. Ando enjoada e, por isso, dediquei-me ao meu blogue e aos comentários com os quais sempre vou aprendendo.

Márcio disse...

Por isso que sempre disse que apesar de tudo, incluindo aquilo que você escreve, dos problemas que existem em Portugal... e de tudo o resto existente em Portugal (por mais mau que pode parecer), vivemos senão o melhor, num dos melhores países do mundo!
A TV de hoje, poucos são os programas / séries que me atraem... "Conta-me como foi" não faz parte desse lote.

SIMPLESMENTE.... C disse...

Ui,estou me sentindo um peixe fora do aquário...glup,glup,glup...
deixo aqui então meu abraço a todos..inclusive ao sr Menezes,vai que ele lê esse blog.hihihi

Abracinhos lindinho Quintin,Quint,Quintarantino.
Ops!!!Espero não ter esquecido ninguém.

Quintarantino disse...

Pronto, vou dar nomes (os quais revelo porque o "Público" os publicava ontem): Souto Moura, José Sócrates, Jorge Sampaio, Rui Pereira e Abel Pinheiro.
Está facilitada a percepção das coisas?

Quintarantino disse...

Quanto ao nome, e porque têm surgido dúvidas, a coisa é mais ou menos assim: o nome do escriba é QUINTINO; no blogue em inglês quase todos iam para o QUINT; o Joshua (do PalavrossaurusRex) saiu-se com a do Tarantino; pus-me a magicar e como aprecio parte da obra do cineasta e porque também aqui se contam uns filmes resolvi ir para a fórmula QUINT+tarantino = QUINTARANTINO. "Et pour cause"...

Fa menor disse...

Et voila!
Já nada me surpreende...
... estas cenas estão cada vez melhores!

Bjs

SILÊNCIO CULPADO disse...

QUINT
Obrigada pelo esclarecimento.

aryana disse...

já se presume como foi!!
Como deveria ser! os deuses do olimpo"governantes" também o sabiam....
mas oh! tarantino, estamos em Portugal my friend!!!!!daaaaaaah!

Zé Povinho disse...

A nossa política está eivada de traições e facadas nas costa, lama e muitas rasteiras. Não gosto, nem acredito neles, e já desisti há muito de lhes conceder o benefício da dúvida, porque ela já não existe, na minha mente pelo menos.
Abraço do Zé

antonio disse...

Caramba! O povo gosta mesmo é de ficção! LFM tem o futuro garantido.

João Rato disse...

Devia ter deixado mais uns espaços em branco para ser mais fácil, nesse caso já dava para encaixar uma data deles.
Abraço

CARLA disse...

Tudo muito bem explicadinho.......
nos seus miiiiinimos detalhes...hihihi.,a propósitos os "hihihihié por conta do Tiago.
abracinhos

Lampejo disse...

Quin?

Tua post, como sempre interessante, eu só tenho a dizer que, infelizmente...tanto vocês com nós brasileiros estamos nas mãos de políticos inconseqüentes.

Desculpe se não entendi bem o texto!!

(A)braços...e boa noite...:)))

Um Momento disse...

Bem... do procurador... ficou mesmo no envelope o caso...
Nunca soubemos como foi( ate sabemos mas de nada vale)
Certo que ele ate cumpriu o mandato(Bahh)
Se fosse um de nós,ou rua na hora , ou prisão preventiva
Enfim
Esse programa ainda ñ vi, mas obrigado pela dica
Até já ;o)

(*)

aryanalee disse...

Explicado que foi o enigma do tarantino,falemos de:T"tinhosos",
V"vígaros",CABO"cabouqueiros".....
Andam a ligar-me para o TM há meses,dizendo que me vão enviar um técnico no dia x entre as horas y e z,sem que eu tenha chamado alguém,ou tenha necessidade de algures,e até hoje ninguém apareceu!
Andam literalmente a gozar com o parceiro,e para cúmulo,pago demasiado para ser assim gozada,entre outras mais graves anormalidades.
Política?.....poupe-me....poupe-me caro amigo!