Luta "M&M" no PSD com militantes mil e quotas esquecidas

Ele não há nada como umas eleições para a liderança de um partido.
Especialmente quando esse partido é o PS ou o PSD. É que esses, para além de grandes, estão ora no poder, ora na antecâmara do mesmo.
Quer dizer, para quem for militante e tiver a felicidade de integrar as seitas do aparelho com mais poder, há quase sempre a garantia de se encontrar um porto de abrigo. Ministro, secretário de Estado, sub-secretário de Estado, presidente de Câmara, deputado, Governador Civil, chefe de gabinete, assessor, nomeado para uma empresa onde haja capital público… alguns só têm mesmo a maçada de escolher.
Pois bem, expectantes quanto a uma escorregadela de Sócrates, Mendes e Menezes (a dupla M&M) têm vindo a brindar-nos diariamente com as suas sábias palavras.
Mendes, com aquele seu ar pungido, quase me leva às lágrimas!
E porque está deveras preocupado com Portugal, e não consigo, parece que andará a fazer das suas.
Depois de Moita Flores (o autarca de Santarém) ter falado numas “vigarices”, e o homem como ex-“Judite” deve saber do que fala, à noite foi o Professor Marcelo a falar num aumento exponencial de militantes.
70.000, parece-me. Onde antes seriam pouco mais de 30.000.
E com a peculiaridade de nos Açores existir o hábito de não pagar quotas!
O jovem Miguel Abreu, filho e neto de empresários ligados ao calçado, quando preferiu arriscar e criou a marca de calçado “Goldmud” (lama dourada, cor que lembra um bocadito o PSD) não estava a pensar nestas golpadas. Certamente.
Ele ganhou um prémio limpo em Milão, mas por cá há quem faça de tudo para se manter na cadeira maior lá da sede!

12 comentarios:

Mia - Castelo da Mia disse...

O advogado Castanheira de Barros, que não conseguiu as assinaturas para apresentar uma candidatura à liderança do PSD, propõe o adiamento para Janeiro das eleições directas de 28 de Setembro devido à polémica com os militantes açorianos.
Irá conseguir? Irão pagar as quotas?
A ver vamos.
Jinho
Mia

adrianeites disse...

a politica tem disto... aliás a politiquisse tem disto...

cp's

Tiago R Cardoso disse...

temos em Portugal um novo fenómeno, trata-se da germinação de militantes vindos do nada.
Eu posso dizer, tive o prazer de não ver até agora grande coisa, desta tão espectacular campanha do PSD.
Estou mesmo triste.

SILÊNCIO CULPADO disse...

O advogado Castanheira de Barros é a figura mais credível dentro do PSD. Por isso dificilmente chegará a líder. A mediocridade, a ânsia desmesurada de poder, é o que conta. E fazer o geitinho aos poderes maiores, nomeadamente o económico, para se manterem no lugar. Não há espírito de missão e vergonha também está a faltar.
Os dois maiores partidos PS e PSD estão a dar um triste exemplo do que é a política num Portugal democrático. E o que me aflige é o facto de se registar uma desmobilização, cada vez maior, sempre que há eleições. As maiorias absolutas podem vir a significar qualquer coisa como 10% dos eleitores inscritos.O que tira toda a legitimidade "informal". Triste, muito triste, tudo isto. É preciso que nos unamos para que surja uma outra realidade mais moral e condizente com as dificuldades que o país atravessa e que são pagas apenas pelo Portugal profundo, enquanto outros, à custa da miséria alheia, vêem as suas forunas florescer e aumentar. E ainda vêm falar em esquerda e em socialismo como António Vitorino.É preciso ter muita lata!

Laurentina disse...

Ahahahahahahahah, para mim são todos trangénicos...que pariu toda essa corja!!
Desculpa Tiago a linguagem , mas isto é o resultado da saturação do MACROSISTEMA envolvente.

Vim cá parar a través da casa do meu amigão Zé .

Boa semana
Beijão grande

Laurentina disse...

Era mesmo aqui que eu queria vir ehehehehehe, só que embrulhei tudo quint com tiago ...eheheheheh.
Mas não faz mal, não é Alzhaimer é distração mesmo !!!
Beijão

SIMPLESMENTE.... C disse...

Políticos, políticos e suas corjas.
Chega dá nojo!! arghherssr...
Lindinho abracinhos...

Carol disse...

Laurentina, estou contigo! Isto é tudo muito lindo, mas não há partido ou político que se aproveite! Mostrem-me um, um que se dedique ao país sem qualquer ideia de enriquecer ou ganhar poder! Pagava para ver...

Zé Povinho disse...

A multiplicação dos pães, perdão dos militantes laranjas, é um verdadeiro fenómeno. Quanto ao pagamento das quotas lembra o tal tal Jacinto Leite Capelo (do dele) Rego.
A parábola do camelo - É mais fácil fazer passar um camelo pelo buraco duma agulha, do que entrar um rico no reino dos céus - com pequenas adaptações serve para os nossos "impolutos políticos. Experimentem...
Abraço do Zé

Carreira disse...

Os dois homens dos Ms não conseguem divulgar uma única ideia nova, um projecto para o partidos ao qual pertencem e muito menos para o país que pretendem vir a governar.
O pior da política!

antonio disse...

São o Dupond e o Dupont do PSD...

migvic disse...

Um sem carisma político e honesto outro desonesto e com algum carisma político.

Qual dos dois, seria primeiro-ministro?

O segundo.