BCP + BES + BPI + TOTTA = lucros + 23%. E pode?

A soma dos lucros dos quatro maiores bancos privados portugueses subiu 23%, para 1,137 mil milhões de euros, no primeiro semestre, face a igual período de 2006 noticia o “Diário de Notícias” de hoje.
E não foram maiores porque o BCP à conta da OPA baixou a sua performance.
Já o BES teve um lucro de 366,8 milhões de euros, em alta de 82,8 %!
O BPI subiu 30%, para 193,1 milhões de euros, e o Santander Totta viu o seu lucro aumentar 28,1%, para 271,1 milhões de euros.
Que me perdoem todos aqueles que adoram “economês”, mas num tempo de crise generalizada na sociedade portuguesa isto é quase como estarem a cuspir na cara da maioria dos portugueses.

7 comentarios:

Tiago R Cardoso disse...

A maioria dos portugueses não se deve sentir atingida, afinal dificilmente alguém normal consegue imaginar um numero como 1,137 mil milhões de euros, os portugueses estão habituados a trabalhar com números muitíssimos mais baixos no inicio do mês e no final (se conseguir chegar lá) a maioria trabalha com o numero zero.

quintino disse...

Pois, acho que nem eu próprio conseguiria escrever tal número.
Infelizmente para a grande maioria dos portugueses poder-se-á aplicar uma destas máximas:

1 - Os preços sobem pelo elevador, mas o seu salário vai pelas escadas.

2 - Está sobrando cada vez mais mês no fim do meu salário! (esta aprendi-a com um amigo brasileiro)

antonio disse...

Ai pode, pode!

Bruno Pinto disse...

As pessoas sempre a endividar-se (pudera!!), a taxa de juro a aumentar e os bancos a subirem os seus lucros de forma assustadora. Mas, ó Quintino, tem aí um 'mil' a mais. Não será apenas 1.137 milhões de euros? Claro que para nós é mais uns zeros para trás ou para a frente, acaba por ser igual!!

quintino disse...

No Diário de Notícias - edição online - a coisa vem assim:

"A soma dos lucros dos quatro maiores bancos privados portugueses subiu 23%, para 1,137 mil milhões de euros, no primeiro semestre, face a igual período de 2006, embora penalizada pela queda de resultados do BCP".

Se há mil a mais, a culpa não é minha. Como diz o tipo lá da bebida do LADO B DA VIDA, eu estou inocente!

E olhe que às tantas, lá com as operações furacões e outras engenharias, ainda é capaz é de lá faltar algum! (agora estou a ser mauzinho).

Zirtaev disse...

E porque não cobra o estado taxas aos bancos iguais às das empresas?

É este o nosso paisinho.

Um abraço.

quintino disse...

Olha o Zirtaev. Quanta honra, quanta honra.
Continue a aparecer, grande amigo.