Porco sou eu, não o meu suíno!

Nós por cá temos umas manias. Ontem, por exemplo, a alguns deu-lhes para iniciar uma campanha (medida ocasional que pretende fazer de conta que no resto do ano está tudo bem) de fiscalização das suiniculturas.
Balanço provisório: uma exploração encerrada por falta de licenciamento. Noutras sete detectaram-se irregularidades que vão desde o excesso de animais, questões com águas, efluentes, sistemas de incineração e cadáveres de porcos enterrados e já em decomposição.
O mais castiço é que veio logo a terreiro um dirigente de uma associação de criadores, sedeada em Leiria, proclamar a insatisfação com estas acções de fiscalização.
Mas ainda mais castiço, só mesmo o homem dizer que é por causa das mudanças de políticos e de políticas que o assunto da tristemente célebre Ribeira dos Milagres (curso de água que serve de esgoto a não sei quantos suinicultores) continua a dar que falar.
Quer dizer, eles lá poluir, poluem… mas a culpa é dos políticos e das políticas.
Medalha de latão para tanta lata, já!

0 comentarios: