"Olissiponadas" ...

Não há que lhe fazer.
O País circunscreve-se a Lisboa e o resto é paisagem.
Imagine-se que até o "Expresso" - aquele alegado jornal de referência que se distingue por trazer quilos e quilos de papel - antecipou a sua edição.
E que ainda há dias era dito que o País exigia que Marques Mendes desse explicações ou apresentasse factos sobre mais umas asneiradas.
Este frenesim, meus caros, resulta das eleições para a apetecida Câmara Municipal de Lisboa.
Correm doze, mas já se sabe quem ganha.
Só ainda não se sabe com quem vai ter de "dormir".
Castiço, castiço foi também ouvir pérolas como as do Telmo.
O pobre, ludibriado pelo chefe, lá anda a carregar a cruz e até diz mal do PSD: quer do Carmona, quer do Lopes.
Vejam lá, ainda há dias eram tão amigos...
Quer dizer, pareciam ser mas, afinal, são como as putas.

1 comentarios:

Bruno Pinto disse...

Quintino, por acaso estive a ver o debate da RTP com todos os candidatos. O que mais gostei foi de ver os constantes pontapés na gramática do Gonçalo da Câmara Pereira. Ele era a comer letras, palavras, frases, enfim... Hilariante! Quanto ao resto, não estou a par das sondagens, não sei mesmo quem estará melhor colocado para ser eleito (Costa?), mas também é-me completamente indiferente.
Abraço.