"Kicking ass" em Cabul e Bagdade!

Os Estados Unidos da América prevêem gastar 644 mil milhões de dólares em 2008 naqueles brinquedos que fazem as delícias da dupla Bush/Cheney.
De acordo com o “Diário de Notícias” de hoje, pega-se naquela maquia toda, manda-se cambiar em moedas e dá-se 45 voltas ao Mundo ali pelo equador.
Eu não sou desses pacifistas de meia leca que andam por aí a protestar contra qualquer espirro que os americanos dão, mas, caramba, gastar 644 mil milhões de dólares na Defesa e andar a perder a guerra contra uns barbudos, malcheirosos no Afeganistão e a levar uma trepa das antigas no Iraque?
Uma das razões é que estamos a lutar no terreno como se aquilo fosse um jogo de Playstation.
Assim, tipo ecrã de plasma, colunas de "surround", volante e comandos sem fios, processador não sei quantos e chega-nos um "gajo", daqueles maltrapilhos que se enfiam em tocas de coelho e aparecem com uma fisga e mandam uma pedrada certeira, desliga a ficha e...
Depois, acho que faltam-nos coisas que a sociedade do conforto nos fez perder: determinação. Garra. Capacidade de sofrimento. E acreditar.

2 comentarios:

Tiago R Cardoso disse...

Não diga mal do dinheiro que o Sr. Bush vai gastar, afinal, com ele diz, é para o "bem da humanidade", a única preocupação que eu tenho é se Portugal instalar alguma central nuclear, já não bastava a ibéria se Saramago, sermos invadidos pelos Estados Unidos era demais, assim como medida preventiva, não vá nós termos ideias...

Silvestre disse...

Os conservadores ainda não estão convencidos.
Continuam a achar que eles estavam correctos, mas que a sua estratégia foi mal aplicada.
Esqueceram-se, talvez, que iam enfrentar um adversário tenaz e amassado na fé (basta olhar para o calendário deles para percebermos que ainda estão na Idade Média em muitos domínios).
Curioso, é que tanto Saddam, os talibans e o próprio Osama são invenções dos EUA.