Governo sem sensibilidade ou emproado?

“Este Governo tem criado na opinião pública uma imagem de determinação e até coragem para fazer as reformas necessárias. No entanto, esta imagem tem sido, muitas vezes, acompanhada de uma outra, a da insensibilidade social face às condições reais em que vivem os portugueses”, afirma o Observatório para Saúde em mais um dos seus relatórios.
Ainda ontem vimos o ministro da Agricultura, Jaime Silva, a dizer a um pescador que protestava contra a diminuição das quotas no sector das pescas: “Peça para sair da União Europeia!”.
Jaime Silva, antes de ter aberto a boca, podia ter pensado em Maria Antonieta, rainha de França, quando a mesma, depois de perguntar porque gritava a multidão e lhe terem dito que era por não ter pão, disse: “Se não têm pão, que comam bolos!”.
Não há certeza histórica que tenho sido mesmo isto que disse a rainha, nem foi por isso que perdeu a cabeça (em sentido literal) mas certamente ajudou a que a austríaca fosse ainda mais odiada pelos franceses.
Deve ter querido ser engraçado, mas fica-se mais uma vez com a ideia que já vimos isto noutro tempo, noutro lugar.
E ainda mais ridículo lhe ficou, quando o Comissário Europeu procurou explica aos jornalistas as razões do protesto e as razões da União Europeia.
Vendo alguns dos nossos governantes, fica-se com a sensação que, para muitos, a governação da Nação é uma maçada. Que o povo não os merece, que é uma mole de bestas quadradas, que eles estão a sacrificar-se por nós e que nós somos ingratos.
Não sei é se já pararam para pensar que se calhar, se calhar, o que mereciam é que as pessoas os mandassem para o c…!

0 comentarios: