E as "maminhas" como eram?

Uma passageira. Um decote. Um motorista de um autocarro em Lindau am Bodensee, no extremo sul da Alemanha. Uma polémica.
Deborah Moscone, de 20 anos, sentou-se num dos bancos da frente do autocarro.
Tinha vestido um top decotado e o respectivo “recheio”, digamos assim, era bem visível no espelho retrovisor do motorista, que resolveu parar o autocarro para chamar a atenção da passageira.
A visão reflectida no espelho era incómoda e colocava em risco a segurança dos outros passageiros, argumentou.
A dona do “par”, digamos assim, apresentou uma reclamação formal.
Não conheço o desfecho. Aposto que sendo o motorista português, qual segurança, qual caraças.

3 comentarios:

mário disse...

Post com piada. Não gostei do título.

Carreira disse...

Parece nos EUA!!!!!!
Será que a menina vai receber indeminização e com ela aumentar a ainda mais as dias cujas?

http://www.cegueiralusa.blogspot.com/

Arte da Pedra disse...

Eu aguardo, ansiosa, o desfecho deste caso. Quiçá não começo a andar mais decotada...