Até no preço dos preservativos somos f...!!!!

Foi preciso a Coordenação Nacional de Luta Contra a Sida (CNLCS) meter o bedelho para eu, e se calhar muitos portugueses, que em matéria de preservativos só o Reino Unido os vende mais caros que nós.
Assim em género de roteiro, sempre se dirá que uma das famosas “camisas de Vénus” numa farmácia custa 0,78 euros, numa parafarmácias 0,81 euros, numa loja de conveniência de 0,67 e num hipermercado 0,55 euros.
Como homem prevenido vale por dois, mais vale comprar logo por atacado num hipermercado.
Isto enquanto não vingar a proposta da dita CNLCS de vender preservativos a 0,20€. Quando muito, admitem ir até aos 25 cêntimos.
Outra conclusão curiosa do aludido estudo é que nos hospitais e centros de saúde, muitas vezes não há destes produtos para dar.
Curiosa? Não sei porquê…

5 comentarios:

damularussa disse...

Não há? Hummm...Talvez tenha a ver com a taxa de natalidade que é baixissima. Não havendo preservativos, há filhos..rs

Cumprimentos

Tiago R Cardoso disse...

Dar? O quê??? Em Portugal dar alguma coisa a alguém? Ainda por cima para controlar doenças infecciosas que só "acontecem aos outros". Ridículo, vamos mas é reivindicar,internet a borla para juízes, projectos baratos como Ota e Tgv ou projectos de milhões para o Algarve. Esta agora gastar dinheiro com insignificâncias como preservativos gratuitos, ao natural é que é, mas só para fins reprodutivos, não vamos chatear a igreja.

Tiago R Cardoso disse...

O projecto que fala parece-me bastante interessante, já o visitei várias vezes, não sei se tenho capacidades linguísticas para tanto... pequenos textos, ideias...

quintino disse...

Amigo Tiago, contacte-me via qfpinto@gmail.com.
Cada um escreverá à medida das suas possibilidades.
Pessoalmente estou a retreinar todo o meu inglês.

Bruno Pinto disse...

Quintino, sobre este tema só tenho um comentário a fazer: preservativos de borla e já!!